Portal do Aluno Portal do Aluno

A Arte da Guerra e a Carreira Farmacêutica

Carreira Farmacêutica

A Arte da Guerra é um tratado militar, escrito durante o século IV a.C., pelo grande estrategista Sun Tzu. Até hoje os ensinamentos do grande general podem ser aplicados nas mais diversas situações profissionais e cotidianas, sendo esta obra, durante a história da humidade, adotada como livro de cabeceira por grandes líderes mundiais.

No primeiro capítulo da coletânea o autor trata de fatores que levam à derrota ou à vitória, como, por exemplo, a escolha do terreno de batalha. Tzu relata: “O terreno implica as distâncias e faz referência onde é fácil ou difícil deslocar-se, se é em campo aberto ou lugares estreitos, e isto influencia as possibilidades de sobrevivência”.

O terreno em que o farmacêutico se desloca é a própria carreira por ele trilhada. Algumas carreiras na farmácia demonstram ser um campo mais aberto, permitindo que o profissional atue em várias frentes. Outras são mais restritivas, delimitando a atuação profissional a nichos mais específicos, dentro da tão diversa cadeia de suprimentos farmacêutica.

Apesar de possuir algumas vantagens, os profissionais que seguem pelas carreiras mais abrangentes, como clínico, industrial e gestor, devem ter cuidado durante a construção do portfólio profissional. Quanto mais abertas as possibilidades da carreira, maior o risco do farmacêutico perder o foco de atuação e ser confundido com um generalista, incapaz de tangibilizar seus conhecimentos e de entregar resultados efetivos no exercício da profissão.

Já em caminhos mais delimitados ou carreiras mais especializadas, como a de farmacêutico com atuação em radiofarmácia e homeopatia, por exemplo, a perda de foco profissional é mais improvável, devendo o farmacêutico ter cuidado com as oportunidades existentes na região geográfica que pretende atuar. Caso as oportunidades sejam restritas à migração de uma carreira mais específica para uma mais abrangente, com vagas mais disponíveis, seria um retrabalho causado pela falta de planejamento de carreira.

Em suma, as áreas dentro da farmácia são as mais diversas possíveis e durante o planejamento profissional a estratégia deve ser: a) no deslocamento em campo aberto deve-se ter atenção redobrada para conseguir transformar o conhecimento em resultados e oportunidades de trabalho; b) em campo fechado deve-se ter cuidado com a disponibilidade de vagas para a carreira escolhida.

Independentemente do terreno escolhido, Tzu nos alerta para as condições de batalha e de tempo. Segundo o autor, “O tempo significa o Ying e o Yang, a noite e o dia, o frio e o calor, dias ensolarados ou chuvosos e a mudança das estações”.

Ao se referir ao tempo, o Ying e o Yang, o autor de A Arte da Guerra chama nossa atenção para os dias ensolarados e os dias chuvosos, os quais são contrastes. Pois bem, na vida profissional, independentemente da carreira escolhida, passaremos por dias de veraneio profissional, em que nossas empreitadas geram recompensas pessoais e profissionais, as quais são pequenas vitórias que devem ser comemoradas sempre que alcançadas. A capacidade de comemorar pequenas conquistas é uma característica inerente ao profissional de sucesso, que entende que a felicidade é a soma de pequenas alegrias e vive intensamente os momentos prazerosos da vida pessoal e profissional. Por outro lado, haverá dias de inverno, tempos escuros em que pequenas derrotas devem ser utilizadas como momentos de aprendizado e não como alavanca para o desânimo e a desistência. É na dificuldade que aqueles que se prepararam, e não têm dúvidas sobre suas pretensões, se diferenciam dos que estão a mercê da direção em que o vento sopra. Se você tem um plano traçado, é preciso persistir, pois dificuldades aparecerão (ou já apareceram). Seja inovador em suas ações e reações. Se você conseguir enxergar um obstáculo com antecedência você poderá desviar-se, mas se não conseguir enxergá-lo a tempo, siga em frente, atropele-o.

Analise as condições do campo de batalha, prepare-se para as noites frias, esteja disposto para aproveitar os dias ensolarados, inicie sua jornada profissional e nos ajude a construir a Nova Farmácia Brasileira!

Leonardo Doro Pires é professor do ICTQ - Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, autor do livro Gestão Estratégica para Farmacêuticos e consultor em gestão e estratégia farmacêutica.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3943-1157

Whatsapp

  • (62) 99473-1495

 

 

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua Tobias Barreto, nº 803, Mooca, São Paulo - SP.

CEP: 03.176-000

Telefone: (11) 2607-6688

Fale conosco