Portal do Aluno Portal do Aluno

9 recomendações para quem pensa em trabalhar na Novartis

Um dos maiores grupos farmacêuticos do mundo, a suíça Novartis atua no Brasil há 80 anos. Com duas unidades fabris no País (São Paulo-SP e Cambé-PR) e 2.700 funcionários, a empresa foca seus esforços em inovação. Nos últimos três anos, a companhia afirma ter investido R$ 222 milhões em pesquisas clinicas, beneficiando mais de 30 mil pacientes em 300 centros de pesquisa no Brasil. Para os farmacêuticos interessados em trabalhar para o grupo seguem abaixo informações importantes, fornecidas com exclusividade para o Portal do ICTQ pela diretora de Qualidade da Novartis, Flavia Pegorer.

1. Perfil profissional − “O farmacêutico tem muitas opções dentro da indústria”, assinala Flavia Pegorer. “O perfil técnico é muito importante para as posições de analistas e supervisores. Para as áreas voltadas à gestão, como de coordenadores e gerentes, o perfil multidisciplinar é mais importante”, revela.

2. Estágio é o primeiro passo − “O programa de estágio é a porta de entrada para a indústria farmacêutica. Esse período é fundamental para o estudante se familiarizar com o ambiente corporativo, experimentar o conhecimento adquirido na formação acadêmica e desenvolver relações”, afirma Flavia. É nessa jornada que se inicia o relacionamento com os gestores, pares e parceiros de outras áreas. Concluído o estágio, o recém-formado pode ter uma oportunidade de efetivação.

3. Jovens profissionais − O recém-formado que não passou pelo programa de estágio da Novartis deve comprovar conhecimentos técnicos e de inglês e demonstrar as habilidades que detém, como trabalho em equipe, colaboração, engajamento, coragem, comprometimento e disciplina. Experiências acadêmicas contribuem para ajudá-lo a compor seu histórico.

4. Comportamento conta muito − Além de o estudante comprovar durante as entrevistas os conhecimentos básicos adquiridos alinhados com a situação acadêmica, deve mostrar desenvoltura, bem como seus valores e comportamentos. Desde o estágio, as habilidades interpessoais são bem relevantes. “Valores e fatores comportamentais são fundamentais para assegurar uma jornada de sucesso na empresa”, diz Flavia.

5. Trazer experiência de outro setor contribui − Apesar de muito desejável, principalmente para uma posição que exija senioridade, ter experiência na área industrial não é requerimento obrigatório. Se o profissional consegue aplicar os conhecimentos adquiridos em outro setor, principalmente no papel de gestor, é enriquecedor e muito bem aceito na empresa.

6. Habilidades necessárias − Cooperação, engajamento, pró-atividade, integridade e resolução de problemas são diferenciais valorizados. As habilidades têm um peso muito importante na seleção dos candidatos e são mais apreciadas as que estão alinhadas com os valores e cultura da empresa. Em termos técnicos, conhecimentos na área específica são importantes.

7. Atualizado com a legislação − Mais importante do que saber a regra é conhecer profundamente os princípios, afirma a diretora de Qualidade da Novartis. “As normas são geradas para proteger o paciente e estão diretamente ligadas às boas práticas de trabalho da indústria. É fundamental que o profissional tenha conhecimento e faça as conexões com o dia-a-dia, mantenha-se atualizado sobre as novas publicações e tenha entendimento do seu papel para cumprimento das normas”, diz Flavia Pegorer.

8. Dicas de ouro para concorrer a uma vaga:

  • Ser protagonista da carreira e do próprio desenvolvimento profissional
  • Demonstrar engajamento e responsabilidade com a execução do seu papel
  • Demonstrar as habilidades e valores
  • É crucial ter alinhamento de valores empregado-empresa para contribuir com a cultura da organização e ter uma jornada de sucesso

Mais sobre a Novartis

A Novartis foi criada em 1996 por meio da fusão da Ciba-Geigy com a Sandoz. São quase 260 anos de história, que começa com a fundação da Geigy, em Basileia, na Suíça, em 1758, inicialmente comercializando químicos e corantes. Em 1859, nasce na mesma cidade a Ciba, produzindo corantes e, em 1886, surge a conterrânea Sandoz, empresa de produtos químicos. Antes da formação da Novartis, a Ciba já havia se unido a Geigy em 1970.

No Brasil, a unidade da Novartis de São Paulo atua na produção de produtos farmacêuticos para o tratamento de glaucoma e pós-cirúrgicos. Atualmente, é a única fábrica da divisão oftalmológica na América Latina, sendo que 85% do número de vendas nacionais são de produtos fabricados na planta. Em 2016, a empresa implementou o terceiro turno na fábrica, com o objetivo aumentar 20% no volume de produção neste ano. A ideia do planejamento estratégico é duplicar o volume de produção nos próximos dez anos.

Em Cambé, no Paraná, são produzidos genéricos e um dos destaques da planta é a produção de orais sólidos e hormônios contraceptivos. De acordo com a empresa, a fábrica é o único centro global de produção de hormônios da companhia e tem a maior linha de genéricos comercializada. 90% de sua capacidade produtiva abastecem o mercado local e 10% o mercado global, com exportações para países da Europa e Américas do Sul e Central.

Os interessados em concorrer a uma vaga na Novartis podem se cadastrar no site da empresa: https://www.novartis.com.br/carreiras/buscar-vagas#country=BR.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3943-1157

Whatsapp

  • (62) 99473-1495

 

 

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua Tobias Barreto, nº 803, Mooca, São Paulo - SP.

CEP: 03.176-000

Telefone: (11) 2607-6688

Fale conosco