Portal do Aluno Portal do Aluno

ICTQ Matérias +Lidas do site

Diário do Pará fala sobre a importância do farmacêutico

| 1304 views

Para 95% da população das principais capitais brasileiras, a presença de farmacêuticos nas drogarias é considerada como importante, concluiu levantamento recente feito pelo Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade (ICTQ) e Instituto de pesquisa Datafolha, que realizaram 1.611 entrevistas no final do ano passado em 12 capitais brasileiras. São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Recife e Belém foram as que mais ressaltaram como muito importante a relação do farmacêutico com a saúde.

Valorização Profissional

Valorização Profissional

| 1280 views

Pesquisa nacional inédita comprova avalorização do farmacêutico entre consumidores. Para 95% dos 1.611 entrevistados em 12 capitais brasileiras, a presença desse profissional nas farmácias é importante. E 90% consideram o farmacêutico importante para a saúde do consumidor. Esses dados fazem parte do levantamento finalizado em dezembro de 2012 pelo Instituto Datafolha em conjunto com o Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade (ICTQ), especializado em educação continuada, com foco no mercado farmacêutico.

Frustrações do Programa Aqui Tem Farmácia Popular

| 1277 views

Passou o Natal, acabaram-se as festas de fim de ano e recentemente comemoramos o Dia do Farmacêutico. Hora de encarar de novo o cotidiano e continuar a luta pela afirmação de nosso compromisso com a saúde de nosso povo.

Pesquisa inédita mostra hábitos de consumo nas farmácias de capitais

| 1273 views

Um em cada quatro porto-alegrenses frequenta semanalmente uma farmácia ou drogaria. E não compra apenas remédios, mas também artigos de beleza e de higiene pessoal - e, eventualmente, até comida. O preço dos produtos e a localização da loja são os fatores que mais influenciam na escolha do estabelecimento. Mas os medicamentos genéricos são os mais consumidos, e a maioria prefere comprar em farmácias de rede.

A prescrição farmacêutica em casos de doenças causadas pelo aedes aegypti

| 1272 views

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, assegurou que o Brasil está tomando todas as medidas necessárias para combater o mosquito aedes aegypti e a microcefalia. O detalhamento das ações do governo federal foi apresentado no final de fevereiro de 2016, durante a sessão de debates temáticos realizada no plenário do Senado sobre a situação do vírus zika no País. Castro descreveu ainda os recursos para prevenção e controle do mosquito aedes aegypti: os repasses federais cresceram 39% nos últimos anos (2010-2015), passando de R$ 924,1 milhões para R$ 1,29 bilhão. Para 2016, a previsão é de um incremento de R$ 580 milhões, uma vez que o valor chegará a R$ 1,87 bilhão. Além disso, foi aprovado no orçamento um adicional de R$ 500 milhões para o combate ao Aedes.

Desenvolvimento de Fármacos – Avanços e Perspectivas

| 1269 views

A descoberta e o desenvolvimento de fármacos é um processo multidisciplinar de elevada complexidade e envolve alto custo e longo prazo para execução. Além disso, novos paradigmas provenientes do avanço tecnológico freqüentemente afetam e influenciam de modo decisivo este processo.(1, 2) Considerando-se as diversas etapas envolvidas nas fases pré-clínica e clínica são necessários de 10 a 15 anos, prevalecendo uma taxa de insucesso normalmente superior a 95% e investimentos em torno de US$ 1,8 bilhões, segundo alguns estudos.(3-6).

A indústria demanda farmacêuticos especializados

| 1269 views

A indústria farmacêutica brasileira vive um momento de prosperidade. Segundo estudo que analisa o cenário global e nacional do setor, realizado pelo IMS Health - empresa que audita o mercado farmacêutico mundial -, em 2015 a previsão é de um faturamento de R$ 110 bilhões e, assim, o Brasil deverá aparecer na 6ª colocação em relação ao consumo mundial.

Indústria Farmacêutica

A Indústria Farmacêutica e a Evolução dos Sistemas da Qualidade

| 1248 views

Não é novidade que o segmento industrial farmacêutico, em virtude da criticidade de seus processos e conseqüentes riscos que pode oferecer aos seus diversos tipos de clientes (pacientes, profissionais da saúde, funcionários, etc.) merece e vem adotando ao longo de sua história, medidas devidamente rigorosas e específicas visando obter, cada vez mais, o controle e o domínio técnico/sanitário destas atividades.

Aplicativo persegue cada passo do consumidor dentro da farmácia

| 1237 views

“Isso não é uma invasão de privacidade?”, pergunta a contadora de Belo Horizonte (MG), Fátima Barbosa, ao ser indagada sobre uma nova tecnologia aplicada às farmácias. A solução possibilita aos fabricantes e varejistas uma análise detalhada do comportamento do consumidor dentro da loja, em tempo real, contemplando dados como número de visitantes expostos, engajamento médio do cliente, a frequência de retorno e a taxa de conversão – proporção entre o número de pessoas que foram expostas à promoção avaliada e de quem realmente comprou o produto. O lado intrigante dessa tecnologia é que basta o consumidor entrar na farmácia com um smartphone no bolso, que ele passa a ser monitorado automaticamente.

Preferência do consumidor de medicamentos

| 1221 views

Redes de farmácias e drogarias são escolhidas de forma espontânea e estimulada. Resultados apontam que a regionalização é o forte, o que acirra cada vez mais a concorrência

Medicamentos e Crianças

Medicamentos e Crianças

| 1201 views

De acordo com a Lei Federal nº 5.991 de 17 de dezembro de 1973, que dispõe sobre o controle sanitário do comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, o medicamento é um “produto farmacêutico, tecnicamente obtido ou elaborado, com finalidades profiláticas, curativas, paliativas ou para fins de diagnóstico”.

Setor de genéricos mantém crescimento de dois dígitos

| 1190 views

A Sandoz no Brasil é a única empresa do Grupo com uma fábrica para produção de medicamentos na América Latina, embora atue comercialmente em todo o continente. Para entender sua força, vale citar que 90% de sua capacidade produtiva abastecem o mercado local e 10% o mercado global, com exportações para países da Europa e Américas do Sul e Central. Com aumento real de vendas de 40% em 2015, quando comparado ao ano anterior, a empresa utiliza tecnologias de ponta na produção dos genéricos, o que permite uma projeção para 2016 de crescimento de dois dígitos no volume de comprimidos produzidos. Quem fala sobre o tema, com exclusividade para o ICTQ, é o diretor-geral da fábrica da Sandoz, João Keller.

Propriedade Industrial

Quem é favorecido pela Lei de Propriedade Industrial?

| 1184 views

A inovação é a principal estratégia das empresas para promover a competição e ganhar o mercado pelo direito de exclusividade conseguida por meio da proteção da propriedade industrial. Essa proteção é concedida aos inventores de produtos, desenhos industriais e marcas. Isso justifica investir tempo e capital na busca de novos produtos, processos produtivos e aperfeiçoamento das tecnologias existentes. Claro que quem ganha é a população, que tem acesso às inovações, principalmente no mercado farmacêutico. Dentro do ciclo de vida natural de uma tecnologia ou produto, seus preços são mais elevados no início, entretanto, com o passar do tempo eles vão se tornando mais acessíveis e, após a extinção da patente, caem em domínio público. Com isso, no caso da indústria farmacêutica, os genéricos podem ser produzidos a preços menores.

Sistema de Metrologia

| 1160 views

A metrologia abrange todos os aspectos teóricos e práticos relativos às medições, qualquer que seja a incerteza, em quaisquer campos da ciência ou da tecnologia.

Voltar

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3943-1157

Whatsapp

  • (62) 99473-1495

 

 

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Telefones:

(11) 2607-6688
(11) 2268-4286

Fale conosco