Portal do Aluno Portal do Aluno

Giuliano Jamberci: o capitão farmacêutico que fatura R$ 1,8 milhão/mês

Farmacêuticos, é possível que muitos de vocês apresentem histórias semelhantes de empreendedorismo, mas este paranaense, apaixonado pela farmácia e por todas as questões que envolvem esse universo, construiu uma distribuidora de medicamentos dando várias reviravoltas em sua vida! Ele é o Giuliano Jamberci, dono da G1 Distribuidora de Produtos Farmacêuticos, que conquistou o mercado pernambucano a custa de muito trabalho.

A G1 Distribuidora é especializada em medicamentos genéricos e similares das principais indústrias farmacêuticas do País. Com sede própria, está instalada em três mil metros quadrados no Recife (PE).

Mas esse nem é o seu maior trunfo! Jamberci tem muita história para contar! Ele perdeu o pai ainda menino, aos 15 anos. Foi trabalhar como auxiliar em uma pequena farmácia situada em Cambará (PR). A paixão começou e, aos 18 anos, foi aprovado no curso de Farmácia na Universidade Estadual de Ponta Grossa (PR).

Recém-formado e muito determinado, comprou sua primeira farmácia e, no ano seguinte, veio a segunda unidade. Ambas se chamavam Farmaclin.

No entanto, com muito estudo e o seu espírito inquieto ele tentou uma carreira no exército. Assim, resolveu prestar concurso para farmacêutico daquela instituição. E, por um capricho do destino, como ele mesmo diz, foi aprovado em primeiro lugar na Escola de Saúde do Exército para a vaga de farmacêutico hospitalar.

Posteriormente, fez o Curso de Formação de Oficiais da Escola de Saúde do Exército Brasileiro, no Rio de Janeiro (RJ), quando recebeu a medalha Marechal Hermes por conquistar o primeiro lugar entre os farmacêuticos. Assim, foi promovido a 1º Tenente Farmacêutico, e, posteriormente, foi designado para servir em Recife (PE), no hospital do exército.

Embora paranaense de nascença, o Estado do Pernambuco o abraçou, e sua trajetória de sucesso foi ainda mais brilhante. Logo no início do milênio, ele continuava em Recife, mas administrava suas farmácias no Paraná, graças à ajuda de um irmão, que também acabava de se formar no curso de Farmácia; e da esposa, Gisele Hoffmann, também farmacêutica. Naquele momento, o mercado da distribuição entrava no seu foco de atuação. Acompanhe a entrevista exclusiva com Giuliano Jamberci, e conheça as guinadas que ele impôs à sua trajetória profissional.

ICTQ – O senhor já atuou em diferentes segmentos farmacêuticos. Como a distribuição surgiu na sua carreira profissional?

Giuliano Jamberci - Em meados de 2003, eu não tinha condições de me transferir para o Paraná com o objetivo de administrar minhas farmácias mais de perto. Naquele momento, decidi colocá-las à venda, mas o meu tino comercial e a minha paixão pelo segmento farmacêutico me fizeram buscar alternativas para não abandonar meu sonho. Foi quando vislumbrei uma oportunidade de me tornar um distribuidor de protetores solares em Pernambuco, mais precisamente em Recife.

ICTQ – Foi quando o senhor montou a G1 Distribuidora?

Giuliano Jamberci – Na verdade, ainda não. Eu inaugurei uma pequena distribuidora de cosméticos, a qual também batizei de Farmaclin, nome das minhas antigas farmácias no Paraná. O começo foi muito difícil, pois eu não tinha conhecimento do ramo de atacado, nem mesmo do mercado local. Mas, com muita persistência e perseverança, fomos em frente e a empresa foi crescendo.

ICTQ – E desde então o senhor vem atuando no ramo da distribuição?

Giuliano Jamberci – Sim, mas o sonho de atuar no varejo farmacêutico não foi esquecido. Em 2008, inaugurei minha primeira farmácia em Pernambuco e a paixão pelo segmento era tão grande que, alguns anos depois, eu já possuía quatro unidades na região.

ICTQ – E o senhor se dividia entre todas essas frentes de atuação?

Giuliano Jamberci – Claro, mas a carga começou a pesar demais, já que ainda trabalhava diariamente no Hospital do Exército, cuidava da distribuidora de cosméticos e ajudava a gerir as farmácias. Tive de tomar uma decisão muito importante. Precisava reestruturar minha vida profissional, pois era difícil conciliar tudo. Em decorrência dessa decisão, comecei a colocar em prática a reestruturação da minha vida profissional, e acabei esbarrando no meu principal dilema, que era a carreira militar, já que eu já era capitão farmacêutico naquela época. Por tudo isso, com o apoio da minha família, acabei pedindo exoneração do exército.

ICTQ – Como isso impactou o negócio?

Giuliano Jamberci – Eu acreditava que concentrar todos os recursos em um único negócio me faria crescer ainda mais. Então, vendi minha rede de farmácias e foquei no meu maior projeto. Montei a G1 Distribuidora de Produtos Farmacêuticos, especializada na distribuição de medicamentos genéricos e similares das principais indústrias farmacêuticas do País. Ela abrange o mercado de distribuição de todo o Estado de Pernambuco.

ICTQ – Ela foi estabelecida no Recife?

Giuliano Jamberci – Sim. Possuímos sede própria na capital pernambucana de, aproximadamente, três mil metros quadrados, distribuídos em área administrativa, de armazenamento e de logística, inclusive com entrega própria e terceirizada. Na G1 Distribuidora eu passei a colocar em prática todos os conhecimentos adquiridos ao longo do tempo, na distribuição de cosméticos e nas farmácias.

ICTQ – E quais foram seus principais desafios?

Giuliano Jamberci – Atualmente, a empresa cresce a passos largos, mas isso só se deu porque superamos os desafios de convencer as indústrias farmacêuticas de que a G1 Distribuidora era capaz de prestar um serviço eficiente e de qualidade.

ICTQ – O senhor sofreu os impactos com a recente crise econômica brasileira?

Giuliano Jamberci - Não é fácil conciliar nosso crescimento com a instabilidade da economia, mesmo assim, não paramos de investir em nenhum momento.

A crise não afetou nosso negócio de maneira contundente. Investimos na aquisição de novos produtos, na qualificação profissional e no crescimento de nossa rede de fornecedores. Mensalmente, disponibilizamos recursos para treinamento de pessoal, principalmente na força em vendas.

ICTQ – O senhor tem fama de ser bem arrojado, não é mesmo?

Giuliano Jamberci – Eu não meço esforços para fazer meu negócio crescer. Para se ter uma ideia, somos a única distribuidora do mercado a atender pedidos até as 21 horas, e ainda fazer estas entregas já no dia seguinte. Se o pedido for de um cliente da Grande Recife, consigo fazer a entrega até às 9 horas da manhã seguinte. Isso é para poucos que têm coragem.

ICTQ – Quais linhas de produtos são distribuídas?

Giuliano Jamberci - Nosso portfólio é baseado em medicamentos genéricos e similares, mas também temos correlatos e uma linha de filtros solares exclusiva, que se chama Anasol, do laboratório Dahuer, do qual temos uma boa participação no mercado pernambucano.

ICTQ – Qual sua região de atuação?

Giuliano Jamberci – Nossa distribuição abrange todo o Estado do Pernambuco. Ainda não conquistamos outros Estados por conta das legislações tributárias estaduais, que inviabilizam a comercialização interestadual, no que se refere ao atacado e ao varejo.

Temos diversos parceiros comerciais na linha de fornecimento: Eurofarma, Legrand, Merck, Cimed, Cremer, Takeda/Multilab, Ranbaxy, Geolab, Globo, Delta, Dahuer, Brasterápica, Farmax, Medquimica, Natulab, Nova Quimica, Pharlab, Pharmascience, Zydus, entre outros.

ICTQ – Qual o faturamento atual da G1?

Giuliano Jamberci – Nós temos crescido muito. Nosso faturamento atual encontra-se na casa de R$ 1,8 milhão/mês. A movimentação fica em torno de 550 mil unidades/mês.

Nossa distribuidora ainda não é uma das maiores, mas temos aumentado nosso tamanho mensalmente devido ao aporte de novos fornecedores e, consequentemente, ao aumento da disponibilidade de novos negócios. Iremos entrar em 2018 com o mesmo potencial de crescimento percebido no decorrer deste ano.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3943-1157

Whatsapp

  • (62) 99473-1495

 

 

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua Tobias Barreto, nº 803, Mooca, São Paulo - SP.

CEP: 03.176-000

Telefone: (11) 2607-6688

Fale conosco