Portal do Aluno

Exposição sobre URM do ICTQ, chega à Goiânia-GO e Natal-RN

Esta é uma cena comum no Brasil: a pessoa acorda com uma dor de cabeça na região da nuca. Pensa em ir ao pronto socorro, mas logo desiste por conta da superlotação. Então, decide ir ao Dr. Google e conseguir um diagnóstico para seu problema. Péssima decisão! Infelizmente essa atitude é recorrente em 40% da população que faz auto diagnóstico usando a internet, segundo dados da pesquisa do ICTQ – Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico.

Publicado recentemente no jornal Estadão, este estudo, que está em sua segunda edição, afirma ainda que 72% da população toma remédio por conta própria. Para evitar isso, a maioria das entidades do segmento tem se empenhado na luta contra o uso irracional de medicamentos, porém suas iniciativas ficam restritas ao dia 5 de maio, quando se comemora o dia do Uso Racional de Medicamentos (URM). No entanto o mais importante nesse processo é que as campanhas sejam constantes e atinjam o maior número de pessoas.

A peça chave nas questões da automedicação é o farmacêutico, que tem papel preponderante na orientação dos usuários de medicamentos. Suas ações incluem verificar as prescrições, orientar quanto ao uso correto dos medicamentos, incentivar a adesão à terapia, monitorar reações adversas e notificar à Anvisa, quando necessário. Os pacientes ainda podem recorrer à farmácia para aferir a pressão, taxas glicêmicas, solucionar dúvidas de seus receituários ou solicitar a troca de um medicamento de referência pelo genérico.

O princípio da dispensação não se constitui na simples entrega dos medicamentos, mas um ato pré-clínico em que o farmacêutico avalia se o produto a ser dispensado é adequado para o paciente em questão. Além disso, inclui a indicação de medicamentos isentos de prescrição (MIP) e o acompanhamento farmacoterapêutico, que objetiva a prevenção, detecção e resolução de problemas relacionados com medicamentos de forma sistemática, contínua e documentada.

A Exposição sobre URM (Uso Racional de Medicamentos)

O ICTQ, assumindo sua função de responsabilidade social, investe em pesquisas e em campanhas constantes de conscientização da população quanto à correta utilização de medicamentos. Um ótimo exemplo disso é sua Exposição Cultural sobre URM. O projeto é composto de painéis ilustrativos contendo charges exclusivas com mensagens carismáticas, humorísticas e, ao mesmo tempo, educativas sobre os cuidados essenciais no consumo de medicamentos.

De cunho estritamente social e acadêmico, a exposição tem recebido importante repercussão na sociedade e na mídia nacional e é a maior campanha de conscientização sobre o uso de medicamentos realizada por uma instituição de ensino privada no Brasil. Essa exposição já percorreu cidades como Anápolis (GO), em junho de 2014; Bauru (SP), em setembro de 2014; João Pessoa (PB), em novembro de 2014; e Rio Branco (AC), em junho de 2016. Neste mês, a exposição estará chegando a Goiânia (GO) e Natal (RN).

A exposição tem tido grande atenção pela mídia nacional e regional e tem projetado o assunto para a população de forma massiva (como os jornais de grande circulação e as afiliadas da TV Globo e da Rede Record, entre outras) e, ainda, revertendo em ganho de imagem para os parceiros do ICTQ neste projeto. Por exemplo, a exposição aconteceu em João Pessoa graças à parceria entre o instituto, a Comissão de Direito Sanitário e Biodireito da OAB-PB e a Escola Superior do Ministério Público - FESMIP-PB. “O evento proporcionou à população paraibana, em especial aos consumidores pessoenses, esclarecimentos relevantes sobre o consumo responsável de medicamentos, bem como os graves riscos à saúde decorrentes de seu uso indiscriminado. Como a capital paraibana atrai grande fluxo de pessoas no período das exposições, incluindo turistas nacionais e internacionais, o impacto sobre a reflexão de consciência sanitária quando do consumo de medicamentos foi ainda mais amplo”, lembra o representante da OAB-PB, o advogado João Peixoto Neto.

Vale ressaltar que, além dessa, o ICTQ estabeleceu importantes parcerias para a realização das demais exposições: em Anápolis foi com o CRF-GO, em Bauru com um aluno da Pós-Graduação de São Paulo (SP), João Valentin de Oliveira. Já em Rio Branco a parceria ficou por conta do Sindicato dos Farmacêuticos do Estado do Acre (Sindifac). “A exposição já rodou diversos pontos da cidade. O retorno tem sido muito além de nossas expectativas. A população tem prestigiado e a imprensa tem dado uma cobertura muito importante para a projeção do tema”, falou a presidente do Sindifac, Isabela de Oliveira Sobrinho.

As próximas edições da exposição acontecerão em Goiânia (a partir de 15/09/16) e em Natal (RN) (depois de 19/09/16). “É a primeira vez que fazemos algo dessa magnitude. Estamos esperando dias muito movimentados com a exposição aqui em Goiânia. O objetivo é mostrar à sociedade que o trabalho do farmacêutico tem valor e que sua atuação é que faz a farmácia ser um estabelecimento de saúde”, comenta a presidente do Sinfar-GO, Lorena Baia.

Já a presidente do Sindicato dos Farmacêuticos do Estado do RN (Sinfarn), Jacira Prestes, explica que o objetivo de levar a exposição à região é alertar a sociedade para evitar a empurroterapia e o uso banalizado de medicamentos, além de valorizar o profissional farmacêutico. “Iremos aproveitar também o evento para coletar assinaturas para o projeto de lei estadual que envolve o descarte correto de medicamentos e seu uso racional”.

Você está no estado de Goiás ou no Rio Grande do Norte? Visite nossa exposição.

 

5º Edição da Exposição URM em Goiânia (GO) – Parceria com o Sinfar-GO

Local: Shopping Passeio das Águas - Av. Perimetral Norte, 8303 - Fazenda Caveiras.

Data: 19/09/16 a 03/10/16

6º Edição da Exposição URM em Natal (RN) – Parceria com o SINFARN e CRF-RN

Local: Praia Shopping - Av. Engenheiro Roberto Freire, 3132 - Ponta Negra.

Data: 26/09/16 a 03/10/16

 Edição da Exposição URM em Natal (RN) – Parceria com o SINFARN e CRF-RN

Local: Partage Norte Shopping - Avenida Doutor João Medeiros Filho, 2395 - Potengi.

Data: 04/10/16 a 10/10/16

 

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3943-1157

Whatsapp

  • (62) 99473-1495

 

 

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua Tobias Barreto, nº 803, Mooca, São Paulo - SP.

CEP: 03.176-000

Telefone: (11) 2607-6688

Fale conosco