Portal do Aluno Portal do Aluno

Quer ganhar salário de R$ 25 mil? #Partiu Alemanha!

CONTEÚDO PREMIADO: Registre seus dados e concorra a um iPhone 8

A economia da Alemanha é a mais importante da Europa e é a quarta potência econômica mundial, depois dos Estados Unidos, China e Japão. O país é o sexto no ranking de competitividade do Fórum Econômico Mundial.

O país agrega quatro importantes feiras para negócios farmacêuticos: World Drug Safety Congress Europe, Expopharm, Global Pharmaceutical Regulatory Affairs Summit e Biotechnica. A indústria farmacêutica do país é bastante forte e tem como representantes as gigantes Altana, Bayer, Boehringer Ingelheim, Merck KGaA e Schering.

Com população de 82,9 milhões de habitantes, sua expectativa de vida chega a 80,57 anos, com um índice de desenvolvimento humano (IDH) muito alto, de 0,926 (Pnud 2016). A Alemanha é formada por 16 unidades federadas e fica no centro-norte da Europa. Confira a seguir 4 aspectos importantes da profissão e do mercado farmacêutico na Alemanha:

1 – Regulamentação do comércio farmacêutico      

Na Alemanha há um Conselho Regional que regulamenta as relações do segmento farmacêutico, chamado de Regierungspräsidium Apotheker.

Farmácia em alemão é Apotheke. São estabelecimentos de saúde, e não são configurados como drugstores. Somente nesses locais é que são encontrados os medicamentos propriamente ditos. Na Alemanha, para a maioria dos medicamentos, são requeridas prescrições médicas. Nas Apothekes, os medicamentos ficam todos acondicionados atrás do balcão de atendimento, fora do alcance dos consumidores.

Medicamentos para gripes ou dores de cabeça podem ser comprados sem prescrição em pequenas quantidades e em baixas dosagens de princípios ativos. No entanto, medicamentos com maiores concentrações e até mesmo anticoncepcionais não são passíveis de compra sem prescrição médica.

Nesses estabelecimentos são ainda comercializados alguns produtos voltados para cuidados da pele, cabelos e higiene pessoal de marcas sofisticadas e com perfil voltado para preservação da saúde da pele e cabelos (como os dermocosméticos no Brasil).

Há ainda na Alemanha outro tipo de estabelecimento chamado de Drogarie, no qual não são comercializados medicamentos propriamente ditos, somente produtos alternativos, como chás e pomadas de origem natural. E além desses produtos são vendidos os mais diferentes tipos de cosméticos e produtos de higiene. Há sessões de alimentos naturais, guloseimas, brinquedos, produtos eletrônicos, produtos para animais de estimação e itens de limpeza da casa. Lá, as redes mais conhecidas desse tipo de estabelecimento são a Müller e DM, e estão distribuídas em grande número por todas as cidades.

 

2 – Perfil das farmácias

Não há prática de farmácia clínica propriamente dita na Alemanha. São poucos os medicamentos fornecidos sem receita médica.

No entanto, o cuidado adequado e seguro para a população com os medicamentos é importante para o Estado alemão. Assim, apenas os farmacêuticos podem abrir uma farmácia.

Definitivamente não são encontrados os mesmos tipos de produtos dentro de um estabelecimento alemão, como ocorre no Brasil. Na Apotheke há medicamentos e dermocosméticos. Na Drogarie há uma mescla entre itens para a saúde e higiene pessoal e cosméticos, mas não há medicamentos. Já as perfumarias só comercializam itens para a beleza e higiene e não podem vender itens para a saúde (chás e pomadas).

3 – A formação do farmacêutico

É importante ressaltar que, na Alemanha, após o término do curso básico de farmácia (quatro anos), é necessário um ano adicional de estudo especializado para o farmacêutico se tornar apto a atuar nas Apothekes. Portanto, o proprietário deverá, não somente ser farmacêutico, como ainda ter a especialização de Apotheker.  A fim de abrir uma Apotheke, o farmacêutico deverá apresentar toda a sua documentação para o órgão regulamentador e apresentar as futuras instalações, visando à manutenção do padrão de qualidade das Apothekes. Por lá, o farmacêutico proprietário deve permanecer a maior parte do tempo no estabelecimento enquanto ele estiver aberto, podendo se ausentar por no máximo três meses por ano. Não há redes de Apothekes na Alemanha. 

4 - Presença e remuneração do farmacêutico

As farmácias ficam abertas somente com a presença do farmacêutico. Se ele precisar se ausentar por algum momento, o estabelecimento deve permanecer fechado até a sua volta.

Em média, um farmacêutico ganha por ano na Alemanha 60 mil euros (R$ 225 mil). Um Apotheker ganha de 3.380 € (R$ 12.673,79) a 6.873 € (R$ 25.771,30) e um farmacêutico técnico ganha entre 1.852 € (R$ 6.944,34) e 3.121 € (R$ 11.702,64)

Tags: farmácias pelo mundo , farmacêutico no exterior

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3943-1157

Whatsapp

  • (62) 99473-1495

 

 

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Telefones:

(11) 2607-6688
(11) 2268-4286

Fale conosco