Universitários criam blister de medicamento biodegradável

Universitários criam blister de medicamento biodegradável

Um grupo de pesquisadores universitários da Faculdade de Farmácia da Universidade da Costa Rica (UCR) trabalha no desenvolvimento de uma folha feita a partir de polímeros biodegradáveis para substituir os blisters de medicamentos, fontes de poluição no planeta.

A alternativa biodegradável às tradicionais cartelas de medicamentos, normalmente feitas de plástico e alumínio, chama-se EcoBlist e o elemento base é um composto totalmente natural que se pode ser cultivado, mas que, por enquanto, e para proteger a propriedade intelectual, não foi divulgado qual é.

Segundo um dos integrantes da equipe de pesquisadores, Cristopher Rosales, “o EcoBlist é uma embalagem com qualidade, segurança e eficácia para os medicamentos, além de facilitar o manuseio aos usuários. Ao mesmo tempo, contribuiu com o meio ambiente, pois é um produto biodegradável”, afirmou ao portal da UCR.

publicidade inserida(https://www.ictq.com.br/pos-graduacao)

De acordo com outro jovem pesquisador, Álvaro Alfaro, a ideia nasceu após uma rigorosa revisão bibliográfica que incluiu investigações científicas publicadas pela Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos, tendo revelado que, em 2015, foram geradas 400 milhões de toneladas de plástico.

“Desse valor, 36% foram destinados à produção de embalagens, entre as quais blisters de medicamentos. Como outros plásticos, eles causam efeitos danosos ao meio ambiente, na saúde e na economia”, disse o estudante.

Devido à pandemia da Covid-19, os universitários não conseguiram produzir um protótipo, embora o professor coordenador do curso de Gestão da Inovação da Faculdade de Farmácia da UCR, German Madrigal Redondo, assegurasse que o projeto é totalmente viável.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Segundo outro pesquisador, Alisson Vargas, se as condições do país melhorarem e houver apoio financeiro, a equipe está confiante de que nos próximos dois anos serão obtidos os primeiros resultados. “Como o uso do plástico em embalagens de medicamentos é global, essa ideia pode ser replicada em outras partes do mundo e ajudar a reduzir o impacto do plástico no meio ambiente”, salientou.

O projeto já recebeu apoio e assessoria de vários órgãos de pesquisa da Costa Rica, como o Centro Nacional de Ciência e Tecnologia de Alimentos (CITA-UCR), o Centro Nacional de Inovações Biotecnológicas (Cenibiot) e o Instituto de Investigação Farmacêutica (Inifar-UCR).

Para entrar em contato com os jovens pesquisadores, é possível fazê-lo pelo e-mail: ecoblist@gmail.com

Participe também: Grupo de WhatsApp e telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

Farmacêutico, Pesquisa Farmacêutica, Medicamentos

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS