Atenção Farmacêutica – prescrição em doenças dermatológicas

A pele é um dos maiores órgãos do corpo humano, atingindo até 16% do peso corporal. É constituída por epiderme (porção epitelial), derme (porção conjuntiva), e anexos cutâneos (pelos, glândulas sudoríparas e glândulas sebáceas). Dentre suas funções incluem-se proteção, uma vez que evita perda de água e eletrólitos, bem como a entrada de micro-organismos; termorregulação; sensorial (recebe os estímulos de dor, calor, frio); excreção de substâncias; formação de vitamina D3; respostas imunológicas aos alérgenos.

Atendimento clínico farmacêutico melhora qualidade de vida de idosos

Entre as prioridades na saúde elencadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) neste ano está o tratamento de doenças crônicas, como o diabetes. Vale lembrar que, só no Brasil, 13 milhões de pessoas são acometidas pela doença.

Desafios dos extraíveis e lixiviáveis

Estudos de extraíveis e lixiviáveis estão atualmente entre os assuntos mais abordados em exigências, guias e determinações dos órgãos reguladores internacionais e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A evolução da tecnologia em nível analítico permite, atualmente, a identificação de interações entre medicamento e material de embalagem primário em níveis cada vez mais sensíveis, e isso confere aos novos medicamentos um desafio em seu desenvolvimento, entretanto, proporciona um novo patamar de qualidade e segurança que chega ao mercado consumidor.

Entenda qual é o papel da farmácia no combate ao colesterol

As doenças cardiovasculares são a principal causa de mortes no Brasil. Em 2017, foram mais de 380 mil, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). Em 2018, a expectativa é que cerca de 400 mil pessoas morram por doenças do coração. Esses dados motivaram a SBC a criar o Cardiômetro, para calcular as mortes por doenças cardiovasculares no País: são mais de 1.000 mortes por dia, cerca de 43 por hora, 1 morte a cada 1,5 minutos (90 segundos). 

Farmacêutico Raiz x Farmacêutico Nutella

A farmácia no Brasil se estabeleceu em meados de 1860 na forma de uma botica que manipulava e comercializava medicamentos. Naquele contexto, o Farmacêutico Raiz exercia plenamente seu conhecimento, realizava consultas, prestava Atenção Farmacêutica e provia à sociedade a mitigação de males e, muitas vezes, a cura por meio do exercício de sua arte. Esse período marcou o nascimento da FARMÁCIA COMO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE, onde o tratamento individualizado realizado pelo farmacêutico conferia valor e importância ao profissional.

Farmacêutico tem atuação assertiva contra o tabagismo

O tabagismo é a maior causa de morte evitável em todo o mundo. Dados do Ministério da Saúde apontam que a frequência do consumo do tabaco entre os fumantes nas capitais brasileiras reduziu em 36%, no período de 2006 a 2018. Nos últimos anos, a prevalência de fumantes caiu de 15,7%, em 2006, para 10,1% em 2018.

Farmacêuticos do Pará percorrem rios para levar saúde à população

Farmacêutico, você já se imaginou trabalhando de segunda a sábado e, em um de seus domingos de descanso, você percorrer um rio de barco para atender à população ribeirinha carente, de graça e com seus próprios recursos? Esse Rio é a Minha Cura! Com este nome, o projeto coordenado por farmacêuticos da região de Abaetetuba (PA) pratica a solidariedade e a empatia e leva saúde e atendimento clínico farmacêutico a quem necessita!

Farmacoterapia e Fisiopatologia da dor e inflamação

A dor é conceituada pela Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP) como uma experiência sensorial, emocional e subjetiva, que está ligada a um dano real ou potencial. Seu conhecimento teórico e prático aprofundado se faz necessário, pelo fato de a dor constituir um dos principais sintomas de uma desordem orgânica, sendo assim, uma queixa muito frequente de pacientes que buscam assistência e cuidado no ambiente de saúde.

Protocolo de tratamento do câncer de pele

O câncer de pele do tipo não melanoma é a neoplasia de maior incidência no Brasil. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a estimativa de novos casos no Brasil é de 165.580 pessoas acometidas, sendo 85.170 homens e 80.140 mulheres (2018). Já em número de mortes, há 1.958 casos, sendo 1.137 homens e 821 mulheres (2015).

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Telefones:

(11) 2607-6688
(11) 2268-4286

 

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS