8 dicas para trabalhar na Prati-Donaduzzi

CONTEÚDO PREMIADO: Registre seus dados e concorra a um iPhone 8

A história da Prati-Donaduzzi se confunde com a de seus fundadores, os farmacêuticos Luiz e Carmen Donaduzzi, que abriram a empresa no final da década de 1980, após retornarem de doutorado na França. Sendo assim, o profissional farmacêutico é prestigiado na companhia. Há uma política interna de valorização dos talentos em várias áreas. Os colaboradores passam por treinamentos em gestão, negociação, administração e formação humana. Diones Wolfart, gerente de Desenvolvimento de Pessoas da Prati-Donaduzzi, fornece nesta matéria dicas relevantes para quem deseja buscar uma vaga na empresa.

1. Recém-formados − É essencial que o profissional possua conhecimento, mesmo que superficial, sobre as técnicas empregadas no dia a dia do farmacêutico industrial: legislação, farmacotécnica, análises laboratoriais.

2. Estágio − A participação em um estágio na indústria propícia vivência e visão sistêmica aos participantes, além de proporcionar a base de conhecimentos técnicos necessários para uma futura efetivação. O estágio é considerado um diferencial ao profissional que está iniciando a carreira.

3. Experiência pesa? − Para funções de cargo júnior não se exige experiência prévia em indústria. No entanto, para posições de nível pleno e sênior, torna-se necessário. Para o farmacêutico já atuante no mercado espera-se que ele possua além das competências desejadas aos iniciantes, um conhecimento específico em uma das áreas da indústria: controle de qualidade, garantia da qualidade, assuntos regulatórios, manufatura, pesquisa e desenvolvimento, melhoria de processos e áreas administrativas relacionadas.

4. Visão abrangente − Cada área de atuação da indústria exige conhecimentos específicos  e cada cargo possui também suas particularidades. É importante que o profissional tenha visão sistêmica de sua área de atuação, pois esta irá proporcionar uma atuação assertiva e ativa na resolução de problemas e proposição de melhorias.

5. Perfil profissional − Além dos conhecimentos técnicos, é imprescindível que o profissional possua atitudes esperadas para a função ao qual está sendo contratado, por exemplo: para um cargo de supervisor é exigido que o profissional apresente perfil de liderança, além de possuir experiência ou conhecimento em gestão de pessoas e processos.

6. Comportamento e a cultura da empresa − Valoriza-se o profissional que apresente capacidades comportamentais alinhadas à cultura organizacional. O ramo farmacêutico é caracterizado como dinâmico e multidisciplinar, sendo assim, é imprescindível comportamentos como trabalho em equipe, flexibilidade para mudanças e pró-atividade.

7. Estar atualizado em relação à legislação − A atualização de conhecimentos relacionados à indústria é imprescindível, sejam eles sobre legislação, normas ou demais conteúdos que interfiram na atuação da indústria farmacêutica, principalmente com visão sistêmica e aplicabilidade na prática.

8. Dicas de ouro para a entrevista:

• Conhecer-se: o profissional deve saber quais são seus pontos fortes e de desenvolvimento na carreira

• Conhecer a empresa: buscar informações sobre sua história, missão, visão e valores, modelo de negócio

• Conhecer as áreas de atuação: buscar informações com colegas, conhecidos ou nas mídias sociais sobre como é a atuação do profissional farmacêutico nas diferentes áreas da indústria. Esse conhecimento proporcionará a identificação com a área na qual está buscando uma colocação e garantirá que a escolha será satisfatória para o profissional e a empresa

• Foco: ter objetivos de carreira claros e traçados, para que a candidatura para uma posição na empresa esteja de acordo com seus planos

• Transparência: possuir postura e discurso sinceros e coerentes

Mais sobre a Prati-Donaduzzi 

A empresa iniciou a produção de medicamentos na capital pernambucana, Recife, ainda nos anos 1980. Em 1993, transferiu-se para Toledo (PR), quando passou a produzir medicamentos para a área hospitalar. Com a liberação da fabricação de genéricos no Brasil (Lei nº 9.787, de 10 de fevereiro de 1999), a Prati-Donaduzzi focou nestes medicamentos. Hoje a empresa é uma das principais produtoras de genéricos, sendo a maior fornecedora para órgãos públicos no Brasil.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

  • (62) 99473-1495

 

 

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Telefones:

(11) 2607-6688
(11) 2268-4286

Fale conosco