O Farmacêutico Propagandista na Farmácia Magistral

CONTEÚDO PREMIADO: Registre seus dados e concorra a um iPhone 8

A profissão Farmacêutica proporciona diversas oportunidades de carreira e nessa perspectiva o segmento das farmácias magistrais ocupa uma importante posição. Dados publicados pela Associação Nacional dos Farmacêuticos Magistrais - ANFARMAG mostram que em 2018 o número de farmácias magistrais soma 7.545 estabelecimentos, sendo um setor em constante expansão, marcado pelo farmacêutico à frente da gestão do negócio e que tem no Brasil um modelo considerado um dos mais desenvolvidos do mundo. Outro dado importante a ser considerado é que no ano de 2016 apenas 49% das farmácias magistrais realizava o trabalho de visita ao prescritor. Esses números indicam que existe um vasto mercado a ser explorado pelo farmacêutico que pode desenvolver esse trabalho de modo autônomo, como consultor ou colaborador como parte integrante de uma empresa.

A farmácia com manipulação prepara o medicamento à partir de uma receita emitida por profissional da área da saúde habilitado a prescrever. Grande parte do sucesso da farmácia nasce das ações de marketing direcionadas a este grupo, demonstrando a importância da divulgação como meio de ganhar visibilidade e credibilidade.  Nesse contexto, o propagandista é o agente mais importante como disseminador das informações geradas pela farmácia. O farmacêutico, em particular, possui diferenciais relevantes sobretudo no aporte científico que traz da graduação. Contudo, é importante lembrar que esse espaço também pode ser dividido com outros profissionais formados em áreas como marketing, administração, relações públicas e afins, ou seja, não é uma mercado de atuação exclusiva do farmacêutico.

É fácil compreender que a formação no curso de Farmácia fornece as condições mínimas necessárias a quem deseja seguir a carreira de farmacêutico propagandista e algumas empresas do ramo exigem a graduação como pré-requisito para a contratação. Ainda assim, podemos afirmar que apenas a graduação não encerra o que é necessário para ser um profissional de sucesso e o aprimoramento constante é essencial para desenvolver outras habilidades e competências requeridas pela profissão.

O farmacêutico que desempenha a função de propagandista no segmento magistral representa a empresa frente aos prescritores, promovendo e ajudando a manter o bom relacionamento destes com a farmácia. Ele realiza visitas planejadas em clínicas e hospitais, difundindo entre outros pontos o conceito do tratamento personalizado e levando alternativas terapêuticas às diversas especialidades. Vale salientar que normalmente o resultado dessa visita é bastante favorável e a troca de informações gera muito aprendizado para ambas as partes. Os profissionais da saúde percebem o quanto o conhecimento do farmacêutico agrega valor na visita e tendem a dar uma atenção diferenciada quando ela é realizada por este profissional. Ainda dentro das atividades que podem ser executadas pelo farmacêutico propagandista destaca-se a de realizar palestras, cursos e conferências com os profissionais de saúde compartilhando informações técnicas no âmbito de sua atuação, como forma de prospectar novos prescritores, estreitar e fidelizar o relacionamento deles com a farmácia.  

A rotina de um farmacêutico propagandista começa sempre com o velho e bom planejamento. Em seguida, organizar os materiais impressos que irá levar nas visitas, estudar, treinar, fazer um roteiro bem estruturado considerando a rotina de trabalho do prescritor, sem dúvida são iniciativas que garantem visitas bastante produtivas. Usualmente, as farmácias magistrais possuem um banco de dados o qual o propagandista deve manter sempre atualizado para auxiliar no planejamento das visitas e nas estratégias a serem adotadas para o alcance dos resultados. Finalmente, é preciso estar sempre disposto a ajudar e tirar as dúvidas do prescritor, levar as melhores opções de tratamento considerando a especialidade do profissional e suas necessidades.

Para que se obtenha sucesso nessa carreira algumas habilidades são muito importantes e valorizadas como a comunicação interpessoal, planejamento e organização, saber trabalhar em equipe e com metas. No caso do profissional farmacêutico, conhecimentos em anatomia, fisiologia, patologia e farmacologia são úteis no processo de compreensão e divulgação de materiais técnicos, mas somente isso não é suficiente. A propaganda exige adicionalmente que o profissional possua domínio das técnicas de vendas e negociação além de conhecimento sobre as peculiaridades do segmento magistral, a forma de produção dos medicamentos, características do tratamento personalizado, vantagens e opções de fármacos disponíveis na farmácia para cada especialidade.

A forma como o setor de propaganda é estruturado varia muito entre as empresas do ramo e leva em consideração a localização geográfica da empresa, o número de prescritores locais e especialidades, a quantidade de habitantes, o número de clínicas e hospitais na região e a distância desses estabelecimentos em relação à farmácia. Outros aspectos como o potencial de compra e perfil do consumidor, demandas e necessidade de lançamento de novos produtos e outras variáveis podem determinar, por exemplo, quantos representantes a farmácia precisa contratar, quais especialidades são mais estratégicas para se trabalhar, quais matérias-primas divulgar e que ações devem ser feitas para obter o melhor retorno em prescrições.

Tendo em vista as mudanças ocorridas no mercado de manipulação nos últimos anos, orquestradas pelas novas regulamentações que autorizam a prescrição de medicamentos e suplementos por outras profissões, o setor precisou se adaptar às novas demandas. A prescrição que antes era emitida apenas por médicos, veterinários e dentistas, passou a ser realizada legalmente por outros profissionais da saúde como farmacêuticos, nutricionistas, fisioterapeutas, biomédicos, enfermeiros, entre outros, cada um com necessidades de alternativas específicas para tratar seus pacientes. Logo, o farmacêutico que pretende atuar nessa área tem que conhecer além das necessidades, os limites de atuação de cada profissional e auxiliá-los a alcançar os melhores resultados levando opções terapêuticas favoráveis a cada caso. Ao mesmo tempo, a evolução digital trouxe novas ferramentas de divulgação e relacionamento que diversificaram ainda mais a propagação de informações, ampliando as possibilidades e delineou novas formas de trabalho.

A farmácia clínica e a prescrição farmacêutica, regulamentadas em 2013 pelo Conselho Federal de Farmácia, trouxeram à tona um novo setor para a farmácia magistral. Dentro dos limites de atuação profissional, o farmacêutico clínico busca conhecer as opções de medicamentos isentos de prescrição médica disponíveis na farmácia e que podem utilizados no tratamento de problemas de saúde auto-limitados que fazem parte da sua rotina. Portanto, torna-se essencial que o farmacêutico propagandista conheça as bases técnicas e legais da profissão tangíveis à prescrição farmacêutica. Através da prescrição de fórmulas manipuladas, é possível inovar e melhorar a adesão dos pacientes. Nesse contexto, nota-se que o número de consultórios farmacêuticos independentes existentes hoje no país ainda é pouco expressivo e aponta a visitação ao farmacêutico uma perspectiva de prática futura.

Finalmente, com as mudanças no cenário tecnológico torna-se essencial que o farmacêutico propagandista esteja sempre buscando atualização contínua e disposição para aprender novas tecnologias e possibilidades de tratamento das doenças. De forma a incrementar o sucesso da carreira o farmacêutico em cooperação com o setor de pesquisa da sua empresa pode conquistar soluções inovadoras e que realmente façam a diferença no tratamento e na vida das pessoas.

Rita Sampaio - Farmacêutica, Mestra em Ciências Farmacêuticas e docente em Cursos de Graduação e Pós-Graduação na área de Farmácia Clínica. Consultora na área Magistral.

Tags: profissão farmacêutica, carreira farmacêutica, Farmácia Magistral

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

  • (62) 99473-1495

 

 

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Telefones:

(11) 2607-6688
(11) 2268-4286

Fale conosco