Farmacêutica é detida por suspeita de aplicar testes de Covid-19 em sua casa

Farmacêutica é detida por suspeita de aplicar testes de Covid-19 em sua casa

Nesta quinta (08/04), uma farmacêutica de 35 anos foi detida pela Polícia Civil, em Lins (SP), por suspeita de aplicar testes de Covid-19 de forma clandestina dentro de sua casa.

Conforme publicado pelo G1, o fato ocorreu após as equipes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) da Polícia Civil e da Vigilância Sanitária irem até a casa da profissional de saúde e lá, encontrarem insumos para a realização indevida dos testes.

De acordo com o delegado, Wanderley Santos, os órgãos tomaram ciência do caso mediante uma denúncia recebida.

Em depoimento aos policiais, a farmacêutica disse que ganhou os testes rápidos da irmã. Essa, por sua vez, é veterinária e adquiriu os insumos em um laboratório.

Posteriormente, a farmacêutica anunciou a venda deles pelo WhatsApp, cobrando R$ 70,00 por cada exame realizado, que poderia ser feito na casa dela, ou na residência do ‘cliente’. Ainda no depoimento, ela disse que fez o teste em apenas um conhecido, que testou negativo para a Covid-19.

Receba nossas notícias por e-mailCadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

publicidade inserida(https://www.ictq.com.br/pos-graduacao)

Segundo os policiais, ao chegarem no local, encontraram uma mesa preparada "de forma muito rudimentar do ponto de vista higiênico-sanitário", com guardanapos de papel, agulhas, reagente, testes rápidos de Covid-19 e agulhas.

Os oficiais informaram que a farmacêutica não tinha autorização para realizar os testes e sabia que a prática era irregular. Dessa forma, ela foi autuada em flagrante pelo crime previsto no artigo 268, que é "infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa".

Enquanto isso, os materiais encontrados foram apreendidos e vão passar por perícia para verificar a autenticidade deles. Segundo o delegado, caso eles sejam falsificados, a farmacêutica poderá ser investigada por outros crimes.

Ela teve o seu aparelho celular apreendido e, após prestar depoimento, foi liberada, mediante assumir o compromisso de comparecer em juízo quando intimada.

O registro da ocorrência enfatizou os impactos extremamente prejudiciais que os testes clandestinos podem causar à saúde pública:

“Isso alimenta uma cifra oculta e paralela à oficial quando os testes não são comunicados à Autoridade Pública de Saúde, bem como proporciona que pessoas assintomáticas ou com sintomas leves não façam o necessário resguardo, transitando livremente perante a sociedade local, contaminando inúmeras pessoas, sem que haja a escorreita fiscalização".

Prática irregular

É importante ressaltar que, de acordo com a legislação sanitária, apenas hospitais, clínicas médicas, laboratórios e, excepcionalmente, farmácias têm autorização para realizar os testes de Covid-19. Logo, qualquer prática realizada fora desses estabelecimentos, sem autorização dos órgãos públicos, é irregular.

O farmacêutico e professor da Pós-graduação em Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica no ICTQ - Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, Rafael Poloni, lembra a importância dos testes para identificar e isolar pacientes com o vírus, evitando a disseminação da Covid-19.

“O teste deve ser feito com orientação de um profissional capacitado e autorizado, e deve contribuir para a vigilância epidemiológica eficiente, colaborando com estratégias de combate ao coronavírus na saúde pública. Por isso, quando a testagem for positiva, a vigilância em saúde local deve ser informada, para tomar as devidas providências e orientações ao usuário”, explicou Poloni.

Participe também: Grupos de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente.

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

Farmacêutica, Covid-19, pandemia

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS