Covid-19: Governo demite farmacêutico que liberou hidroxicloroquina para médico morto em Ilhéus

Covid-19: Governo demite farmacêutico que liberou hidroxicloroquina para médico morto em Ilhéus

O farmacêutico que liberou a hidroxicloroquina para o médico morto em Ilhéus, no sul da Bahia, foi demitido do Hospital do Cacau. A informação foi dada inicialmente pelo BNews e confirmada pelo Metro1 com o secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas Boas.

Gilmar Calazans, de 55 anos, fez uso de cloroquina e azitromicina para tentar se curar do novo coronavírus. A vítima era hipertensa e diabética.

"O farmacêutico vai ser demitido, pois ele infringiu o protocolo, dispensando medicação de uso controlado hospitalar para uso ambulatorial", disse Vilas Boas ao Metro1.

O chefe da pasta disse ainda que o médico responsável por receitar a hidroxicloroquina em nome de Gilmar foi apenas advertido. "A falta dele foi apenas usar papel timbrado do hospital", completou.

Participe também: Grupo de WhatsApp para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS