Coronavírus: Goiás tem o 1° hospital exclusivo para tratamento do vírus

Coronavírus: Goiás tem o 1° hospital exclusivo para tratamento do vírus

O Hospital do Servidor Público, que fica em Goiânia (GO), será utilizado, provisoriamente, para atender aos pacientes infectados pelo novo coronavírus (Covid-19). A informação foi confirmada pelo governador do Estado, Ronaldo Caiado (DEM), em entrevista ao programa Balanço Geral da rede Record. A unidade será utilizada, exclusivamente, no combate ao vírus, sendo o primeiro complexo hospitalar do Brasil com essa única função.

Segundo Caiado, o hospital, que ainda não havia sido inaugurado e teve as obras retomadas em 2019, já está pronto para atender à população: “Nós temos um hospital que estava inacabado, e aceleramos isso [as obras]. Temos hoje uma unidade de saúde com 222 leitos à inteira disposição [da população] que é o único hospital no Brasil exclusivo para o coronavírus".

Leia também: Coronavírus: Presidente da Anvisa participa de manifestação pública em tempos de pandemia

De acordo com o governador, o hospital tem toda a estrutura necessária para atender aos pacientes, inclusive, com Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para os casos mais graves. No entanto, ele explicou que a unidade de saúde de referência no Estado é o Hospital de Doenças Tropicais (HDT), onde os pacientes podem fazer os testes para comprovar se estão infectados pelo novo coronavírus.

“A pessoa teve um processo gripal, ela vai ao pronto atendimento, se tiver um quadro respiratório grave será encaminhada, após análise médica, para o HDT. No hospital serão feitos todos os exames e, se comprovado que o paciente está com o vírus, ele será encaminhado para o Hospital do Servidor, que é exclusivo e único para pacientes infectados pelo novo coronavírus, caso toda a ala [do HDT] esteja ocupada”, explicou Caiado.

O governador, que também é médico, ainda enfatizou que, caso necessário, pretende utilizar toda a estrutura do novo Hospital das Clínicas. De acordo com ele, a unidade de saúde já está pronta, apesar de ainda não ter sido inaugurada. "Está sendo feito um entendimento e a posição do professor Edward Madureira, da Universidade Federal de Goiás (UFG), foi também de consultar os demais diretores [do hospital], no sentido de, se necessário, colocar a unidade como um hospital de retaguarda nesse momento de pandemia de coronavírus”.

Casos em Goiás

Segundo o novo boletim da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), divulgado nesta quarta-feira (18/03), o número de casos de infectados pelo novo coronavírus subiu para 12 pessoas em todo o território goiano.

São dois casos confirmados em Anápolis, três em Rio Verde, cinco em Goiânia, um em Jataí e um em Aparecida de Goiânia.

Recente polêmica   

No último domingo (15/03), Caiado discutiu com manifestantes no ato que foi pró-governo Bolsonaro e contra o Congresso Nacional, que aconteceu na Praça Cívica, em Goiânia.

Durante a manifestação, o Governador foi até o local e pediu o fim do ato, alegando que a aglomeração facilitava os riscos de proliferação e de contágio do novo coronavírus. “Vocês vão estar chorando na porta do palácio, este que é o absurdo. O que vocês precisam é ter seriedade. Não se mostra apoio ao Governo colocando em rico a sua população”, orientou.

Ele ainda completou dizendo que a população tem todo o direito de se manifestar, mas ressaltou que aquele ato era imprudente, já que Goiás confirmou casos de contaminação pelo vírus. “É um risco para a população. Estão entendendo bem? Essa é minha ordem e minha ordem será seguida. Não preciso dos seus votos. Eu sou médico, eu trato é de vidas. Quando seu filho estiver doente, você vai me procurar como médico. Não tem carro de som. Isso aqui vai contaminar todo mundo”, afirmou médico.

Participe também: Grupo de WhatsApp para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

Farmacêutica, Farmacêutico, Farmacêutico no Sus

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Telefones:

(11) 2607-6688
(11) 2268-4286

 

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS