Coronavírus: oito farmacêuticos mortos e 270 em quarentena na Espanha

Coronavírus oito farmacêuticos mortos e 270 em quarentena na Espanha

Na linha de frente da batalha contra o novo coronavírus, os farmacêuticos espanhóis estão preocupados: oito já faleceram e 270 estão em quarentena, segundo levantamento do Consejo General de Farmacéuticos, a entidade profissional do país. Por conta disso, 126 farmácias foram afetadas e 57 delas foram forçadas a fechar, colocando o setor em cheque.

Farmácias são um dos poucos serviços básicos que permanecem abertos durante o estado de alarme na Espanha, país fortemente atingido pela pandemia na Europa. O Ministério da Saúde espanhol informou nesta quinta-feira (2/4) que registrou mais de 10 mil mortes pela Covid-19. Somente nas últimas 24 horas o número de óbitos atingiu 950, o mais alto até o momento.

O envolvimento dos farmacêuticos com a Covid-19 tem obrigado vários estabelecimentos reforçarem sua segurança e alguns deles serem obrigados a fechar temporariamente as portas. O conselho de farmacêuticos pediu ‘extrema cautela’ dos trabalhadores durante sua prática profissional. Também lembrou aos cidadãos a necessidade de seguir as recomendações dos farmacêuticos quando eles vão às farmácias e fazê-lo somente quando necessário. Muitos adotaram medidas para preservar as distâncias seguras dentro dos estabelecimentos.

“Insistimos que os farmacêuticos, como os profissionais mais próximos e acessíveis, estejam cientes das suas condições de saúde antes de atender à população”, destacou ao jornal espanhol El País o presidente do Consejo General de Farmacéuticos, Jesús Aguilar. O organismo profissional exige mais medidas de proteção para os farmacêuticos e também incorporá-los ao grupo de profissionais de saúde que têm prioridade nos testes de rastreamento da Covid-19. “Lembramos a necessidade de implementar as garantias máximas de segurança e que os farmacêuticos tenham equipamento de proteção individual (EPI), como requeremos ao Ministério da Saúde recentemente”, revelou Aguilar.

Para solucionar as baixas provocadas pela crise do novo coronavírus e a falta de profissionais para atender um dos serviços básicos, as faculdades de Farmácia da Espanha estão negociando várias soluções com as comunidades autônomas, explicaram fontes do conselho de farmacêuticos. Por exemplo, alguns organismos colegiados criaram bolsas de voluntários e outros vão ao cadastro de busca de emprego para cobrirem as necessidades.

Farmácias brasileiras adotam protocolo de segurança

Em meio ao surto ocasionado pelo novo coronavírus, muitas farmácias em todo o Brasil estão adotando protocolos de segurança para preservar a saúde dos pacientes e dos funcionários. No Rio de Janeiro, por exemplo, alguns estabelecimentos colocaram um cordão de isolamento como medida de contenção à proliferação do vírus.

Ao menos três redes adotaram a medida para suas instalações, entre elas a Droga Raia, que desenhou uma faixa no chão a fim de garantir a distância mínima de um metro, recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), segundo informação divulgada no G1. Já outra farmácia, no bairro de Botafogo, montou uma barreira com estantes no balcão de dispensação de medicamentos que exigem receita.

Leia mais: Farmácias usam cordão de isolamento como medida de segurança.

Em São Paulo (SP), várias medidas de contenção ao vírus também têm sido adotadas nos estabelecimentos farmacêuticos. Em uma visita à Drogaria Carrefour Interlagos, a equipe de jornalismo do Portal do ICTQ foi surpreendida, na entrada, por uma funcionária que estava medindo a temperatura dos pacientes, antes de eles entrarem no local. Além disso, todos os funcionários também estão seguindo as recomendações da OMS, fazendo uso dos equipamentos de proteção individual (EPIs).

Participe também: Grupo de WhatsApp para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS