Covid-19: AstraZeneca deve entregar vacina este ano e revela preço do antígeno

Covid-19: AstraZeneca deve entregar vacina este ano e revela preço do antígeno

A AstraZeneca já avalia o preço que irá cobrar para a vacina do novo coronavírus (Covid-19). Segundo o diretor da indústria farmacêutica, Pascal Soriot, o antígeno, que está sendo desenvolvido em parceria com a Universidade de Oxford, será vendido a preço de custo em todo o mundo. O CEO ainda revelou que o laboratório pretende disponibilizar a substância imunizante até o final de 2020.  

"Nosso objetivo é fornecer a vacina para o mundo inteiro, temos uma meta que também é fazer isso sem lucro, ou seja, entregaremos a vacina a preço de custo em todo o mundo", disse ele, em entrevista publicada no UOL. O executivo ainda revelou os valores em dinheiro: "A preço de custo será em torno de 2,5 euros (equivalente a R$ 14,90) por unidade", afirmou. 

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Vale ressaltar que os primeiros testes clínicos da substância imunizante da AstraZeneca tiveram uma resposta imune considerável e confirmaram ser seguros para os pacientes. Contudo, a eficácia do antígeno deverá ser comprovada em um estudo de fase 3, com um número muito maior de voluntários, antes de uma possível distribuição em alta escala.  

“Nossa esperança é ter resultados (para essa fase 3) no outono (do hemisfério norte), então, achamos que estaremos em condições de administrar a vacina até o final do ano, no mais tardar”, disse Soriot 

publicidade inserida(https://www.ictq.com.br/pos-graduacao)

Em produção  

Segundo o CEO, mesmo sem a finalização dos testes clínicos a produção da vacina já foi iniciada: “Trabalhamos de acordo com os reguladores, trocamos dados diários para que a avaliação seja feita rapidamente. Fabricamos ao mesmo tempo em que fazemos testes clínicos, o que economiza tempo”, afirmou ele.  

Outras candidatas 

Além da AstraZeneca, a indústria farmacêutica Pfizer revelou que já está negociando com o Governo brasileiro a chegada de uma possível vacina eficaz contra o novo coronavírus. Segundo o CEO da companhia, Carlos Murillo, a ideia é disponibilizar milhões de unidades da substância imunizante assim que o antígeno for considerado seguro. Contudo, ele esclareceu que muitas doses podem estar disponíveis para os brasileiros ainda em 2020. 

"Estamos conversando com os governos pelo mundo e com o Governo brasileiro, especificamente, para informar como está avançando a nossa vacina, a capacidade de produção que temos, e começar as discussões de alocações por países. Dependerá realmente da prevalência, da urgência, da necessidade que cada país terá versus outros”, afirmou o executivo, em entrevista à revista Veja. 

Participe também: Grupo de WhatsApp e telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional 

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar. 

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS