Pesquisa – Influenciadores no consumo de medicamentos no Brasil (2018)


Apesar dos altos índices de automedicação no País, quando o cidadão toma a decisão de buscar ajuda profissional, o médico é apontado pela população brasileira, como, o principal agente de influência no consumo de medicamentos, inclusive para sintomas considerados simples na saúde. 


O farmacêutico é o segundo profissional de saúde na escala de influência, mas, nesse ranking, existem influenciadores profissionais sem qualquer conhecimento de saúde, patologias e medicamentos.

Os influenciadores no consumo de medicamentos

01-INFOGRAFICO-INFLUENCIADORES-NO-CONSUMO-DE-MEDICAMENTOS-NO-BRASIL-(2018).png

Vale ressaltar que a declaração de isenção de qualquer influência, chega a 19% dos brasileiros, sendo que na região sudeste, o consumo de medicamentos sem qualquer influência, ultrapassa a média nacional:

02-INFOGRAFICO-INFLUENCIADORES-NO-CONSUMO-DE-MEDICAMENTOS-NO-BRASIL-(2018).png

Supreendentemente, quando o assunto é consumo de medicamentos, os farmacêuticos têm maior influência entre os mais jovens. E vai perdendo esse poder em percentual, na medida que o cidadão envelhece.

03-INFOGRAFICO-INFLUENCIADORES-NO-CONSUMO-DE-MEDICAMENTOS-NO-BRASIL-(2018).png

Metodologia do estudo

A pesquisa qualitativa foi realizada com homens e mulheres, com idade a partir dos 16 anos. As entrevistas foram feitas de forma pessoal e individual, com abordagem em pontos de fluxo populacional, com 2.090 pessoas de todas as regiões do País, em 120 municípios.

As entrevistas de campo foram realizadas entre 9 e 18 de maio de 2018. O desenho amostral foi elaborado com base em informações do Censo 2010/ Estimativa 2018 (fonte IBGE) e contemplou os seguintes estágios: 

1. Estratificação por Unidade Federativa e porte dos municípios;      
2. Sorteio dos municípios;      
3. Sorteio do ponto onde foi realizada a pesquisa;     
4. Seleção do entrevistado utilizando cota de sexo e idade.              

Para controle do perfil foram utilizadas cotas de sexo e idade, de acordo com o Censo 2010/ Estimativa 2018. A margem de erro máxima para a amostra é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, dentro de um nível de confiança de 95%. 

Fonte: ICTQ – Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o mercado farmacêutico.

 

Tags: pesquisa, automedicação, profissão farmacêutica

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Telefones:

(11) 2607-6688
(11) 2268-4286

 

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS