Covid-19: farmacêutico do Ministério da Saúde anuncia vacina até dezembro de 2020

Covid-19: farmacêutico do Ministério da Saúde anuncia vacina até dezembro de 2020

No sábado (27/06), o Ministério da Saúde (MS) anunciou uma parceria com a Universidade de Oxford, do Reino Unido, e com indústria farmacêutica AstraZeneca, para a produção e desenvolvimento da vacina que tem mais chances de ser eficaz contra o novo coronavírus (Covid-19). Segundo o farmacêutico e secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros, (foto), a pesquisa sobre a vacina está em fase avançada de testes. Caso a eficácia da substância seja comprovada, 30,4 milhões de brasileiros poderão ser imunizados até dezembro de 2020.

"Os estudos preliminares, tanto de fase um e de fase dois, mostram que a vacina tem uma capacidade de resposta imunológica bastante significativa. Se os ensaios de eficácia da vacina não se mostrarem seguros para a população brasileira, nós aprenderemos e teremos o avanço tecnológico", revelou Medeiros.

De acordo com o farmacêutico, a pesquisa dessa vacina é uma das mais avançadas no mundo, pois, está na fase três de testes: “Inclusive, o Brasil é membro do conjunto de países que estão testando a vacina nessa fase, por meio da Universidade de São Paulo (USP). Creio que entre dois a cinco mil pacientes brasileiros irão participar desse estudo", revelou.

Medeiros continua: "Portanto, temos uma oportunidade de produzir e avançar com essa parceria. Óbvio, que toda e qualquer entrega [da vacina] à população será realizada mediante critérios farmacológicos, médicos e clínicos que comprovem a segurança e a eficácia da substância, ressalta.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Em coletiva de imprensa, no Palácio do Planalto, a equipe do MS revelou que o acordo foi realizado em duas etapas. Caso a eficácia da substância imunizante seja comprovada: 15,2 milhões de doses serão entregues em dezembro de 2020, e 15,2 milhões em janeiro de 2021. Nessas etapas, a prioridade será para grupos mais vulneráveis à doença e profissionais de saúde, que atuam na linha de frente no combate ao vírus.

Muitas expectativas

Há muita expectativa em torno desses testes que serão realizados no Brasil. Na sexta-feira (26/06), a cientista da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan, confirmou que a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca é a mais adiantada do mundo em termos de evolução.

publicidade inserida(https://www.ictq.com.br/farmacia-clinica/1716-farmacia-clinica-todas-as-dores-sao-iguais)

Investimento e otimismo

Para essa primeira iniciativa, o Governo brasileiro irá investir US$ 127 milhões (aproximadamente R$ 700 milhões), com direito à transferência da tecnologia. Caso a pesquisa confirme a eficácia da vacina, posteriormente as duas primeiras entregas, ainda poderão ser desenvolvidas mais 70 milhões de doses para distribuição por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

"Nesse primeiro momento, o insumo farmacêutico ativo (IFA) vem pronto (do exterior)", afirmou o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, Hélio Angotti Neto.

Se tudo der certo, em território nacional, a tecnologia será desenvolvida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que deverá ser responsável por preparar a vacina elaborada com tecnologia estrangeira.

Assista ao vídeo com o anúncio do Governo:

Participe também: Grupo de WhatsApp e telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS