Covid-19: farmacêutico do MS contraria Bolsonaro e diz que Governo vai comprar 1ª vacina aprovada

Covid-19: farmacêutico do MS contraria Bolsonaro e diz que Governo vai comprar 1ª vacina aprovada

O farmacêutico e secretário nacional de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (MS), Arnaldo Correa de Medeiros, confirmou, na quarta-feira (05/08), que o Governo brasileiro vai comprar "a primeira vacina que chegar ao mercado" contra o novo coronavírus (Covid-19), independentemente de qual país produza o antígeno, indo ao desencontro de recentes declarações do presidente, Jair Bolsonaro.

Inclusive, em sessão na Câmara dos Deputados, Medeiros revelou que fará, durante os próximos dias, uma visita ao Instituto Butantan, entidade que integra a força-tarefa para o desenvolvimento da substância imunizante Coronavac, em parceria com a empresa chinesa Sinovac Biotech. O farmacêutico ainda contou que a pasta da saúde já realizou reuniões sobre o antígeno em fase avançada de testes na Rússia, contudo, não revelou muitos detalhes sobre as conversas, conforme divulgado pelo R7.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Vale ressaltar que, esse posicionamento de Medeiros contraria, inclusive, as últimas declarações do presidente Jair Bolsonaro, que em recente transmissão nas suas redes sociais, em 30 de julho de 2020, disse que seu Governo está "no consórcio de Oxford" e não "daquele outro país", se referindo, mesmo sem citar o nome, à China, pois, o antígeno chinês está sendo desenvolvido em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, cuja gestão é de João Doria, desafeto político do líder da República.

publicidade inserida(https://www.ictq.com.br/pos-graduacao)

Outro detalhe importante é que além de Bolsonaro, boa parta da militância do presidente já fez críticas nas redes sociais ao antígeno chinês.

"Laboratório chinês criando vacina contra vírus chinês e com a pesquisa bancada por um governador que é grande parceiro da China? Eu que não quero essa vacina, e vocês?", escreveu, por exemplo, o presidente do PTB, Roberto Jefferson, no Twitter.

Segundo Medeiros, apesar do MS estar atento a todas as potenciais vacinas, há um antígeno que está mais próximo de finalização dos testes e aprovação. "Talvez a que está em fase três (de pesquisa) mais avançada é a da AstraZeneca", disse.

Expectativas

No entanto, o antígeno de Oxford ainda é uma aposta para o Governo. Recentemente, Medeiros destacou que o MS espera começar a vacinar a população brasileira contra a Covid-19 em breve. Segundo o farmacêutico, caso a eficácia do antígeno desenvolvido pela universidade inglesa seja confirmada, mais de 15 milhões de pessoas poderão ser imunizadas em território nacional, até dezembro de 2020.

Participe também: Grupo de WhatsApp e telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS