Piso salarial de farmacêuticos pode ser fixado em R$ 8,3 mil, prevê PL

Piso salarial de farmacêuticos pode ser fixado em R$ 8,3 mil, prevê PL

O piso salarial de farmacêuticos entra em pauta novamente, desta vez por meio do projeto de lei (PL) 2028/21, de autoria da deputada federal Alice Portugal (PCdoB-BA), apresentado à Câmara dos Deputados em 01 de junho de 2021. O texto propõe o salário de R$ 8.360 para esses profissionais, determinando ainda uma carga horária de 30 horas semanais para essa categoria.

No PL, a parlamentar pontua que os farmacêuticos são uma categoria extremamente relevante para a manutenção da saúde da população: "O labor deles, em diversas farmácias, permite uma maior segurança no comércio e na administração de medicamentos à população", explica.

Receba nossas notícias por e-mailCadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Alice continua: “Fixar uma remuneração mínima e uma jornada de trabalho dignas são fatores que podem, de forma prática, assegurar uma melhor qualidade de vida a esses profissionais e um atendimento mais bem qualificado e com maior atenção aos consumidores”.

Dessa forma, a deputada conclui em sua justificativa que a aprovação dessas condições de trabalho atende aos anseios da categoria farmacêutica: "Ante o exposto, pedimos o apoio dos ilustres pares [demais deputados] para aprovação do presente projeto de lei", solicita. O PL pode ser conferido aqui

publicidade inserida(https://www.ictq.com.br/pos-graduacao)

Outros Projetos

Lembrando que há outros projetos que estão em tramitação no Congresso com a ideia de estabelecer um piso salarial nacional para os farmacêuticos. Em abril deste ano, o também deputado André Abdon (PP-AP) protocolou o PL 1559/21, que defende um salário de R$ 6,5 mil para essa categoria em todo o Brasil.

Opinião de profissionais

Muitos profissionais da categoria defendem que projetos como estes podem trazer muitos benefícios e valorização para a classe farmacêutica, conforme aponta o farmacêutico e professor da Pós-graduação em Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica no ICTQ - Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, Rafael Poloni.

“É importante destacar que o piso deve ser tratado como se deve, ou seja, como o menor valor de salário que pode ser pago dentro de uma categoria profissional específica. Sendo assim, o farmacêutico, deve sempre lutar por salários compatíveis ao seu trabalho, experiência profissional e titulação”, defendeu Poloni, em recente entrevista à equipe de jornalismo do ICTQ.

Participe também: Grupos de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 911, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS