Como o Losartana pode prevenir o infarto e AVC

Como o Losartana pode prevenir o infarto e AVC

O medicamento Losartana é um anti-hipertensivo classificado como Bloqueador dos Receptores da Angiotensina II (BRAs), devido a sua ação capaz de reduzir a pressão arterial, impedindo a constrição das artérias, possibilitando a circulação do sangue no corpo humano. De acordo com artigo do UOL, a substância prolonga a vida ao controlar a pressão alta e prevenir infarto e Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Segundo a consultora do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP), Nathália Christino Diniz Silva, a substância, conhecida também como losartana potássica, é considerada de primeira linha no tratamento da hipertensão, principalmente em suas fases iniciais, além de ser utilizada na terapia de insuficiência cardíaca, entre outras indicações.

Como o medicamento previne infarto e AVC?

A Angiotesina II é produzida pelo organismo para manter o equilíbrio orgânico, entretanto, quando sua quantidade e produção aumentam, fato que pode acontecer durante o processo natural do corpo de envelhecimento, a hipertensão pode aparecer. Como o losartana bloqueia a ação do receptor dessa substância, ela é considerada como um medicamento de ação preventiva, pois, ao controlar a pressão, também previne o infarto e o AVC.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Polêmica

Em maio deste 2019, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recolheu lotes de medicamentos contra a hipertensão arterial com princípios ativos do tipo sartanas (losartana, valsartana, candesartana, olmesartana e irbesartana). A Agência Europeia já havia identificado a presença da impureza no princípio ativo produzido pela chinesa Zhejiang Huahai Pharmaceuticals. Isso acendeu um alerta na indústria para melhoria dos métodos de detecção de impurezas em medicamentos.

“Vejo essa situação como preocupante. As impurezas presentes nos ativos devem ser rigorosamente monitoradas pelos fabricantes e distribuidores desses insumos. As empresas que consomem esses insumos também devem possuir ensaios de qualificação mais rigorosos e que considerem a diversidade de rotas de síntese”, afirma o farmacêutico e professor da Universidade de São Paulo (USP), dr. Ernani Pinto, em entrevista ao portal CDPI Pharma.

Nesse sentido, a farmacêutica e professora do curso de Farmácia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), Gracinda Maria D'Almeida e Oliveira, explica que o problema já foi solucionado: "Trata-se da nitrosamina, um subproduto da síntese desse fármaco. A Anvisa e outras agências internacionais recolheram lotes do medicamento para teste e notificação dos fabricantes. Hoje o problema já foi controlado", ressalta.

Vale ressaltar que as nitrosaminas são impurezas consideradas possíveis causadoras de câncer em humanos.

Losartana e Covid-19

Em meio à pandemia, é importante considerar se a losartana pode prejudicar ou gerar algum efeito colateral em pacientes que estão em tratamento contra a Covid-19. Segundo o cardiologista do Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas da FMUSP, João Vicente da Silveira, como evidências científicas mostram que muitas pessoas infectadas, que apresentam quadros piores após a contaminação pelo vírus, têm problemas cardíacos, é preciso considerar algumas observações.

Nesse sentido, como há suspeitas de que a ação do novo coronavírus seria semelhante à da Síndrome respiratória aguda grave (Sars), cujo o aumento do vírus no organismo é facilitado pela enzima ECA-2, é preciso atenção na terapia dos pacientes infectados, pois, o nível desta enzima poderia aumentar após o tratamento com medicamentos como a losartana.

Contudo, o médico da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC), Rodrigo Lima, ressalta: "Não existe qualquer estudo em humanos que confirme esse efeito. A recomendação é que as pessoas que tomam losartana mantenham o seu uso", recomenda ele, em entrevista publicada no UOL.

Automedicação

Apesar dos bons efeitos do medicamento, é importante lembrar que seu uso deve ser prescrito por um médico e orientado pelo farmacêutico. Em recente entrevista ao portal do ICTQ – Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, o coordenador de saúde da Coordenadoria de Assistência Farmacêutica do Estado de São Paulo, Victor Hugo Costa Travassos da Rosa, fez um alerta sobre os riscos relacionados à automedicação.

“É uma prática que pode levar até a morte. Consumir um medicamento sem orientação médica ou farmacêutica é uma atitude perigosa. A pessoa deve sempre procurar se informar com médicos ou farmacêuticos”, destacou.

Vale ressaltar ainda que, como qualquer outro medicamento, a losartana pode apresentar efeitos colaterais e tem contra indicações. O próprio laboratório responsável pelo produto ressalta que seu uso deve ser evitado em casos de pacientes que tenham função hepática prejudicada, gravidez, problemas renais, entre outros, portanto, conferir a bula e ter a prescrição do médico e a orientação do farmacêutico é fundamental para o uso da terapia.

Participe também: Grupo de WhatsApp para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS