Covid-19 pode gerar demência em longo prazo, diz estudo

Covid-19 pode gerar demência em longo prazo, diz estudo

Pesquisa da Alzheimer's Association, dos Estados Unidos, juntamente com representantes de outros países, sugere que a infecção causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) pode aumentar o risco de problemas neurológicos de longo prazo, incluindo declínio cognitivo e demência, revelou o Viva Bem, do Uol.

O estudo foi publicado neste mês no jornal da Alzheimer's Association e envolve representantes de mais de 30 países – com orientação técnica da Organização Mundial da Saúde (OMS). Eles formaram um consórcio internacional para estudar as consequências de curto e longo prazo do SARS-CoV-2 no sistema nervoso central, incluindo doença de Alzheimer e outras demências.

Segundo os organizadores, o consórcio seguirá conectando equipes de todo o mundo cobrindo mais de 22 milhões de casos de Covid-19 para inscrever dois grupos de indivíduos: pessoas com a doença, que serão avaliadas e acompanhadas durante 6, 9 e 18 meses, e pessoas já inscritas em estudos de pesquisa internacionais existentes.

publicidade inserida(https://www.contabilizei.com.br/abrir-empresa/sao-paulo/?utm_source=kwanko&utm_medium=parceiro&utm_campaign=SP_Custo_Zero&utm_content=banner_novembro)

Os pesquisadores acreditam que a Covid-19 pode causar um efeito duradouro no cérebro. Segundo eles, o Sars-CoV-2 é um vírus ‘neurotrópico’, pois pode entrar nas células nervosas e, enquanto alguns causam sintomas mais leves, outros podem causar inchaço no cérebro, paralisia e até morte.

Alguns vírus semelhantes aos da gripe são neurotrópicos e parecem ter a mesma estrutura do novo coronavírus. Por isso, os cientistas analisaram esses vírus para tentar obter informações sobre que tipos de efeitos de longo prazo podem ser esperados em pessoas que se recuperaram da Covid-19.

“Desde a pandemia de gripe de 1917 e 1918, muitas das doenças semelhantes à gripe foram associadas a distúrbios cerebrais”, afirmou ao Medical News Today o principal autor do estudo, Gabriel A. de Erausquin, professor de neurologia no Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Texas, nos Estados Unidos. “O vírus Sars-CoV-2, que causa a Covid-19, também é conhecido por afetar o cérebro e o sistema nervoso”, acrescentou o especialista.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

De acordo com os cientistas, Alzheimer, doença de Parkinson e problemas de saúde mental, em geral, podem potencialmente estar relacionadas à Covid-19 no futuro, já que o vírus causa danos ao cérebro. Sendo assim, segundo eles, é possível que pessoas que foram infectadas, mas eram assintomáticas ou tiveram sintomas leves, enfrentem problemas neurológicos.

No entanto, mais estudos são necessários para concluir tais hipóteses, pois se trata de um vírus novo que ainda está sendo estudado. “Neste momento difícil, podemos criar uma ‘fresta de esperança’, capitalizando o alcance global e a reputação da Alzheimer's Association para reunir a comunidade de pesquisa e iluminar o impacto de longo prazo do Covid-19 no cérebro”, afirmou a diretora científica da Alzheimer's Association e coautora do artigo, Maria C. Carrillo.

Participe também: Grupos de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

Pesquisa Farmacêutica, Farmácia Clínica, Covid-19

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS