Trabalhadores do setor farmacêutico poderão ter reajuste pela inflação em SP

Trabalhadores do setor farmacêutico poderão ter reajuste pela inflação em SP

Trabalhadores que atuam no setor farmacêutico no Estado de São Paulo, nas bases da CUT e da Força Sindical, poderão ter reajuste pela inflação (INPC) integral. A data-base prevista é 1 de abril, sendo que a campanha engloba aproximadamente 45 mil empregados, segundo informação divulgada pela Rede Brasil Atual.

A iniciativa, que ainda necessita passar por assembleias, propõe também outros itens, como o abono para a vacinação dos profissionais. Outra ressalva, além do INPC, estimado em 6,5%, envolve trabalhadores que recebem até R$ 4.291,98, pois, esse grupo teria apenas R$ 1,00 de desconto de auxílio-alimentação.

“Neste momento em que enfrentamos uma das maiores crises econômicas, agravada pela pandemia, além de alta na inflação dos alimentos e ataques a direitos, avaliamos como positiva a proposta Patronal”, afirmou o presidente da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo (Fequimar), Sergio Luiz Leite, que negocia a iniciativa ao lado da CUT.

Ainda segundo as informações, essa proposta foi apresentada pelo Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos (Sindusfarma), sendo discutida durante videoconferência realizada segunda-feira (15/03).

Receba nossas notícias por e-mailCadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Nesse sentido, enquanto os trabalhadores que recebem até R$ 4.291,98 teriam desconto (do auxílio-alimentação) equivalente a R$ 1,00, aqueles que recebem acima desse valor, na faixa de até R$ 6 mil, teriam descontados 5%.

Já para outros que recebam um valor superior a R$ 6 mil até o teto de R$ 8.800, a porcentagem de desconto seria de 10%. “Para os empregados que recebem salário acima do valor de R$ 8.800,00, a concessão do benefício será feita por adesão do empregado, assumindo este o valor integral da cesta ou vale-alimentação, ressalvadas condições mais favoráveis praticadas pelas empresas”, destacou a Fequimfar. Além disso, empresas que dão cesta ou vale devem aplicar o reajuste pelo INPC.

publicidade inserida(https://sibrafar.com.br/)

Participação nos lucros

Na proposta também fica assegurada a participação nos lucros ou resultados (PLR). Para empresas com até 100 funcionários, o valor será de R$ 1.774,43. Nas demais, de R$ 2.461,94. A cesta básica (ou vale-alimentação) foi estimada em R$ 266 e R$ 400, respectivamente.

Opinião de profissionais

Na opinião de alguns profissionais do setor, o ajuste salarial é importante, contudo, medidas para a estabilidade da inflação também são fundamentais.

“O ajuste do salário deve, obviamente, acompanhar à inflação. Entretanto, deve ser muito bem estudado antes de fixar esse conceito, visto que a inflação deveria ser mais estável, para que os trabalhadores pudessem ter a garantia que o seu salário fosse suficiente para sobreviver com a qualidade de vida adequada”, destacou o farmacêutico do Ministério da Saúde (MS) e professor da pós-graduação em Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica do ICTQ – Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, Rafael Poloni, em entrevista à equipe de jornalismo da Instituição.

Participe também: Grupos de WhatsApp para receber notícias farmacêuticas diariamente.

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS