Covid-19: coquetel de anticorpos na reta final dos testes clínicos

Covid-19: coquetel de anticorpos na reta final dos testes clínicos

A indústria farmacêutica norte-americana Regeneron anunciou na segunda-feira (6/7) que iniciou a última fase dos ensaios clínicos para descobrir a eficácia do coquetel de anticorpos na prevenção e no tratamento da Covid-19.

Um desses testes, realizado em parceria com o Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos (Niaid, na sigla em inglês), avalia a capacidade da REGN-COV2 – nome da terapia experimental – de prevenir a infecção em pessoas que tiveram contato direto com pacientes da Covid-19, conforme divulgou a Agência Reuters.

Anticorpos são proteínas produzidas pelo sistema imunológico capazes de reconhecer, se conectar e neutralizar um vírus invasor. O coquetel da Regeneron é uma combinação de um anticorpo produzido pela empresa com um segundo anticorpo, isolado a partir de pacientes recuperados da Covid-19. O tratamento foi desenvolvido para conectar os anticorpos à proteína S (spike) do coronavírus, limitando a capacidade dos vírus de se deslocar para outras células.

O ensaio clínico da companhia difere da técnica de outros medicamentos testados contra o novo coronavírus. O método se diferencia, por exemplo, do remdesivir, que busca interromper a síntese de material genético do vírus já atrelado às células.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

De acordo com a Reuters, a terapia experimental iniciou em junho e está sendo testada em pacientes internados e também naqueles que não estão hospitalizados. A última fase do ensaio será realizada em cerca de 100 locais e pretende incluir mais de dois mil pacientes nos Estados Unidos. O teste acontece após uma avaliação positiva da segurança nos resultados iniciais do coquetel, feita por um comitê independente de monitoramento de dados.

publicidade inserida(https://www.ictq.com.br/farmacia-clinica/1716-farmacia-clinica-todas-as-dores-sao-iguais)

Em parceria com a Sanofi, a Regeneron também conduziu testes com o Kevzara – droga usada contra artrite reumatoide – como possível tratamento para a Covid-19. O medicamento, porém, não se mostrou eficaz em pacientes graves nos Estados Unidos.

A Regeneron está no circuito restrito de companhias que iniciaram testes clínicos em humanos para buscar tratamentos eficazes contra a Covid-19. Fazem parte desse time também os laboratórios Gilead, Eli Lilly e AbbVie.

Participe também: Grupo de WhatsApp e telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

Medicamentos, Indústria Farmacêutica, coronavírus

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS