Novo Dorflex efervescente é lançado pela Sanofi

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a enxaqueca atinge cerca de um bilhão de pessoas no mundo. No Brasil, os números apontam que 5% da população sofrem com o problema de forma crônica, ou seja, durante toda a vida, com crises que acontecem, ao menos, 15 dias por mês ou mais.

No quadro Bem Estar, do Programa Fátima Bernardes, da rede Globo, a neurologista, Thais Villa, explicou, recentemente, que é comum a população confundir dor de cabeça com enxaqueca. "A dor de cabeça é um sintoma, enxaqueca é uma doença, então, nem sempre as dores são a enxaqueca. Por isso, a importância de consultar um médico e ter o diagnóstico", ressalta a especialista.

Com base na grande quantidade de brasileiros que sofrem com a doença, anualmente, a indústria farmacêutica tem produzido cada vez mais medicamentos isentos de prescrição (MIPs) para minimizar os sintomas da enxaqueca.

Um exemplo está no mais novo lançamento do laboratório Sanofi, o Dorflex Uno, medicamento que visa aliviar as dores e proporcionar mais qualidade de vida ao paciente que sofre com a enxaqueca. “O impacto desse tipo de dor alcança esferas pessoais, sociais e profissionais, prejudicando o cotidiano [dos pacientes] e a produtividade”, afirma o médico da farmacêutica, Rogério Satoris, em entrevista ao Portal Segs.

Já o diretor de marketing da divisão de Consumer Healthcare da Sanofi, Joaquim Ortega, explica que o medicamento pode ser considerado uma inovação na indústria de fármacos, por ser o primeiro da categoria de enxaquecas disponível, não só no formato de comprimido, como também efervescente."Dorflex Uno chega ao mercado com o objetivo de cooperar para melhorar a qualidade de vida daqueles que sofrem de enxaqueca. Ainda possui apresentação efervescente, para quem tem dificuldades de deglutir comprimidos, ou prefere ingerir medicamentos na forma líquida”, enfatiza.

Entretanto, vale ressaltar a importância do diagnóstico médico e da orientação do profissional farmacêutico para o tratamento do paciente, já que, além da automedicação ser perigosa, tomar muitos medicamentos pode ocasionar o efeito rebote, ou seja, pessoas que têm enxaqueca ou dor de cabeça tensional, ao consumir um determinado medicamento, muitas vezes ao dia ou na semana, podem agravar seus sintomas e tornar o problema crônico.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Telefones:

(11) 2607-6688
(11) 2268-4286

 

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS