Ricardo Amorim fala do papel educacional da farmácia em tempos de pandemia

Ricardo Amorim fala o papel educacional da farmácia em tempos de pandemia

No Dia Nacional do Genérico, que foi celebrado na quarta-feira (20/05), a EMS promoveu uma live com a participação do  economista, Ricardo Amorim, (foto), integrante do programa Manhattan Connection, da GloboNews. Na transmissão que foi aberta e gratuita, o empreendedor e especialista em gestão financeira falou sobre a maneira que o setor farmacêutico sofrerá uma mudança em meio à pandemia ocasionada pelo novo coronavírus (Covid-19). Para ele, as farmácias estão tendo uma oportunidade de mostrar seu papel educacional e fidelizar os pacientes.

“Pensando em médio e longo prazo no papel das farmácias, tem um dado muito importante, que eu acredito que é estarrecedor, diz que 70% das pessoas não tomam os medicamentos da maneira como eles foram prescritos. No meu ponto de vista dos negócios isso significa, em primeiro lugar, uma oportunidade gigantesca. Em segundo, as farmácias estão tendo uma oportunidade ligada a uma mudança de papel, esses estabelecimentos precisam exercer o papel educacional com os seus clientes [pacientes], essa postura vai promover uma fidelização”, afirma Amorim.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

De acordo com o economista, a população está passando por um momento único, de uma situação extrema, que traz novos desafios, mas também oportunidades, principalmente, para profissionais de saúde. Falando em relação ao setor farmacêutico, esse cenário apresenta uma possibilidade de impactar a vida das pessoas de forma não apenas temporária, mas permanente.

"Do ponto de vista de qualquer negócio, mas entrando, mais especificamente no varejo farmacêutico, há possibilidade, nesse momento, de ajudar os pacientes, seja com ações que vão além do que já é feito, onde entram, por exemplo, ações de solidariedade, mas também com atitudes educacionais que orientem as pessoas a entender como lidar com os desafios de saúde em um momento em que elas estão dando mais importância a questões relacionadas à saúde, em que elas estão mais assustadas, porque há quantidade de desinformação que corre em meio a pandemia é uma loucura. Essa é uma oportunidade única de fazer a coisa certa e fidelizar clientes para sempre”, explica.

publicidade inserida(https://www.ephar.com.br/)

Mudança de comportamento

Na live, o vice-presidente institucional da EMS, Marcus Sanchez, ainda explicou que é um momento de percepção sobre o quanto é possível otimizar e agilizar projetos. Segundo ele, estudar as novas jornadas é essencial. Nesse sentido, ele cita que é preciso perceber a mudança de comportamento, por exemplo, em relação aos novos hábitos dos consumidores nas farmácias.

“A gente entende [e precisa ficar atento] a postura do consumidor [paciente] na loja [farmácia], em relação ao aumento na procura de categorias, por exemplo, as vitaminas, como vitamina C, entre outras, dispararam [as vendas]. Nesse período de pandemia, aumenta a percepção de cuidados com a saúde. As pessoas estão entendendo que esses cuidados com a saúde podem ter algum resultado, e tem algum resultado, nós trabalhamos com isso e sabemos que esse resultado existe. Então, todo mundo está consumindo ainda mais essas categorias [de vitaminas]".

Sanchez também fala sobre o medo da população, principalmente, em ir aos hospitais, por temer uma possível contaminação. Nesse sentido, ele explica que o setor farmacêutico precisa estar atento em orientar e acompanhar os pacientes, pois, existem casos de saúde em que a pessoa realmente precisa procurar o médico.

Para finalizar, Amorim complementa: “O papel educacional que as farmácias precisam ter passa exatamente por isso. Há vários casos, de muitas doenças, que o atraso nos diagnósticos pode levar a complicações muito graves no tratamento [...]. Parte desse medo de ir aos hospitais é descabido, pois, todas as unidades de saúde já criaram procedimentos para evitar essa contaminação. Por isso, todo o setor de saúde, mais precisamente as farmácias, precisa ajudar a educar as pessoas", encerra.

Participe também: Grupo para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS