Lenços umedecidos matam o novo coronavírus em superfícies

Lenços umedecidos matam o novo coronavírus em superfícies

Omo e Wipe Germ lançam lenços umedecidos desinfetantes que prometem matar o novo coronavírus localizado em superfícies e objetos. Produto pode ser utilizado em residências, hospitais, escritórios, entre outros locais.

De acordo com a Unilever, detentora da marca Omo, o lenço umedecido desinfetante foi pensado para o mercado nacional, e é capaz de eliminar 99,9% dos germes e bactérias, desinfetando superfícies e objetos contaminados, como mesas, maçanetas, dispositivos eletrônicos. Já a higienização pessoal não é recomendada pela empresa.

Segundo a marca, os lenços umedecidos passaram por testes que comprovam a eficácia contra o coronavírus e foram aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além da Covid-19, o produto combate outros vírus como a influenza H1N1.

“Nosso produto conta com um componente que atua na capa protetora de gordura e proteína do novo coronavírus, destruindo essa parede e causando a consequente eliminação do vírus”, explicou para a revista Exame o diretor do departamento de pesquisa e desenvolvimento da Unilever, Alejandro Calderon.

Wipe Germ foi desenvolvido por pesquisadores catarinenses

De acordo com a Higie Plus Cottonbaby Indústria e Comércio, que desenvolveu o Wipe Germ, o produto, feito à base de quaternário de amônio de 5ª geração, tem ação desinfetante para uso profissional em estabelecimentos de saúde, que limpa e desinfeta simultaneamente. Possui amplo espectro de ação, eliminando inclusive microrganismos multirresistentes a antibióticos, proporcionando segurança, agilidade e economia nos processos de higienização e desinfecção.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

Por ser pronto para uso, segundo os desenvolvedores, possibilita a padronização dos métodos de limpeza e desinfecção, garantindo eficácia, gerando economia de tempo e de materiais como gazes, algodão e papéis, que muitas vezes deixam resíduos nos equipamentos e superfícies.

O Wipe Germ foi desenvolvido por pesquisadores catarinenses que garantem que o produto é eficaz contra mais de 20 microrganismos, como bactérias resistentes a antibióticos e vírus como HIV, hepatite, herpes, influenza H1N1, além do novo coronavírus. No site da empresa há a informação de que o Wipe Germ possui registro aprovado pela Anvisa e é baseado na mesma formulação registrada no US EPA (United States Environmental Protection Agency).

 

Segundo o farmacêutico responsável pela fabricação do produto, Aerton Pereira, a ideia do desenvolvimento dos lenços atende às necessidades de economia e padronização dos estabelecimentos de saúde.

publicidade inserida(https://sibrafar.com.br/)

“A falta de padronização na aplicação põe em risco a eficácia da sanitização e a segurança de profissionais e pacientes. Existe ainda a questão econômica, pois os lenços já vêm umedecidos na medida certa, dispensando o uso de panos, gazes, algodão, entre outros materiais que, além de caros, não tem descarte e lavagem padronizados. Isso pode levar germes de uma área para outra”, explicou Pereira ao site Acontecendo Aqui.

Segundo a empresa, o lenço pode ser utilizado em ambulâncias, hospitais, unidades de UTI, centro cirúrgico, áreas de isolamento, hemocentros, clínicas de hemodiálise, laboratório de análises clínicas, entre outros. Cada lenço é suficiente para a limpeza de quase 2 m².

“Com o Wipe Germ, basta abrir a embalagem e retirar o lenço. A ação desinfetante ocorre em apenas dois minutos após a secagem, não sendo necessário friccionar. Ele não possui álcool e cloro, não é corrosivo e tem baixo odor, um produto muito seguro para o usuário”, ressaltou o gestor comercial da marca, Adriano Pires do Rosário.

Participe também: Grupo para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS