Vacina falsa contra Covid-19 mobiliza a Anvisa

Vacina falsa contra Covid-19 mobiliza a Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) encaminhou à Polícia Federal denúncia de vacina falsa contra a Covid-19 sendo oferecida em Niterói (RJ). Na quinta-feira (8/10), a PF cumpriu mandado de busca e apreensão em uma empresa que anunciava a comercialização de lotes do produto, informou a CNN Brasil.

Segundo a polícia, a firma anunciava a comercialização de lotes da vacina supostamente produzida pela Universidade de Oxford em parceria com a Astrazeneca. A denúncia foi apresentada no dia 25, quando foi avaliada pelo órgão regulador e encaminhada à PF, informou a agência em nota, conforme o Valor Econômico.

No comunicado, a Anvisa alerta que não há, no momento, nenhuma vacina contra a Covid-19 autorizada a ser comercializada e usada pela população. A Agência negou que tenha tomado conhecimento de outros anúncios da vacina pelo País. “Foi a primeira vez, espero que seja a última, porque isso é abusar da fé pública”, afirmou à CNN o diretor-presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres.

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

publicidade inserida( https://emailmkt.ictq.com.br/anuncie-no-ictq)

O suposto golpe da vacina no Rio de Janeiro acendeu o alerta na Anvisa de que é necessário chamar a atenção das pessoas de que não existe vacina contra o novo coronavírus à venda. “Até que seja autorizado pela Anvisa, o cidadão não deve comprar e utilizar qualquer vacina que tenha alegação de prevenir a Covid-19”, diz o comunicado da Agência.

Segundo o diretor-presidente da Anvisa, apesar das recorrentes informações sobre a inexistência da vacina, a expectativa de comprar o produto acabava atraindo as pessoas para um golpe. “Era um grupo que estava prometendo vender essas vacinas. Uma falsa promessa. Inicialmente, um esquema fraudulento por completo. Era uma falsa expectativa de comprar uma vacina”, afirmou Torres à CNN.

“O mais importante é alertar que se algum site, propaganda, oferecer algo como 'compre aqui a vacina contra a Covid', denuncie, porque é crime”, completou o diretor da Anvisa. Essa ou qualquer outro tipo de irregularidade pode ser denunciada por meio dos canais oficiais da Anvisa.

Participe também: Grupo de WhatsApp e telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

Medicamentos, ANVISA, Covid-19

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS