Matérias para profissionais da Indústria farmacêutica

Como definir um Programa de Estudos de Estabilidade robusto

| 4856 views

A aplicação de um Programa de Estudos de Estabilidade (PEE) é condição para que uma empresa de biociências, em especial a indústria farmacêutica, possa assegurar que os seus produtos obedecem aos conceitos mais rigorosos de estabilidade exigidos pela legislação, mantendo a mesma qualidade durante todo o seu ciclo de vida. No caso de um medicamento, o PEE deve comprovar que, mesmo submetido a condições ambientais adversas, ele se mantém estável, garantindo as características físico-químicas adequadas durante todo o prazo de validade. “Seria impensável existir uma indústria farmacêutica que não desenvolvesse estudos de estabilidade de seus produtos. Até porque eles são uma das exigências para o registro no órgão regulador”, afirma Juan Sanchez Corriols, sócio-diretor da Star Consulting.

Os desafios da Anvisa frente aos medicamentos biológicos e biossimilares

| 6917 views

No último dia 22 de fevereiro, o jornal Folha de S.Paulo promoveu o Fórum sobre Medicamentos Biológicos e Biossimilares, no Museu da Imagem e do Som, na capital paulista. O debate sobre a regulamentação desses medicamentos avançou. Os principais temas debatidos foram os problemas da substituição automática de fármacos biológicos pelos biossimilares correspondentes, a farmacovigilância e também a regulação de como levar esses medicamentos para toda a população.

Modelos de qualificação de fornecedores na indústria farmacêutica

| 8888 views

Especialistas costumam dizer que há duas visões diferentes para qualificação: a obrigatória, da Anvisa e de outros órgãos sanitários, e a visão do comprador (empresário). Segundo órgãos sanitários, pode-se considerar uma forma de homologação em que são realizados (por meio de questionários complementados por visitas presenciais) desde o levantamento até a avaliação de informações dos fornecedores e suas condições de trabalho. Com isso pode-se determinar suas capacidades técnicas e aprovações para atender às necessidades de seus clientes.

O papel da indústria farmacêutica na segurança dos medicamentos

| 3404 views

A Farmacovigilância é a ciência e conjunto de atividades relacionados com a detecção, avaliação, compreensão e prevenção de efeitos indesejáveis (ou reações adversas) ou qualquer outro problema de segurança relacionado a medicamentos, visando melhorar a segurança dos fármacos, em defesa da Saúde Pública.

Na visão da Hypera Pharma, o Brasil será um dos cinco maiores mercados em 2019

| 15243 views

Segundo a Hypera Pharma (ex-Hypermarcas), citando estudo da consultoria especializada no setor IMS Health, o mercado farmacêutico brasileiro deve avançar da sexta posição no ranking mundial, que ocupa hoje, para a quinta posição até o próximo ano. Tal avanço seria fundamentado, em grande parte, pelo acelerado processo de envelhecimento da população brasileira em curso e pelo crescimento sustentável verificado nos últimos anos. Essa é uma das informações que a empresa forneceu nesta entrevista exclusiva ao Anuário Mercado Farmacêutico 360º do ICTQ. A companhia revela também os seus planos de ampliação da capacidade produtiva e explica os motivos do forte investimento em futebol na TV.

RDC 166 da Anvisa: oito observações importantes para a indústria farmacêutica

| 13392 views

Se existe algo que a indústria farmacêutica sinaliza como desafio, em todos os anos no planejamento estratégico, este algo tem nome e sobrenome: Novas Regulamentações da Anvisa. A constante evolução das normas já instituídas e a frequente criação de novas resoluções  demandam da indústria, cada vez mais, investimento em treinamentos de qualificação, em equipamentos, reestruturação de áreas, construção civil, software e consultorias.

Como implementar um programa efetivo de CAPA

| 4594 views

Corrective and Preventive Action (CAPA) − Ação corretiva e preventiva − é uma metodologia de controle de ações adotada para eliminar a fonte de uma não conformidade detectada ou para abolir a causa de uma potencial não conformidade, visando a melhoria nos processos de uma organização. Uma não conformidade pode variar da reclamação do cliente ou queixa do mercado a falhas de equipamentos e processos ou no controle de qualidade dos produtos. “CAPA é uma metodologia de controle de ações em que se definem e monitoram atividades a realizar, seus responsáveis e os prazos de conclusão”, explica Juan Sanchez Corriols, consultor e sócio-diretor da Star Consulting. Em certos mercados, como a indústria farmacêutica, um programa de CAPA pode ser necessário como parte do sistema de gestão da qualidade.

O que determina o preço do medicamento na indústria farmacêutica

| 7978 views

Os preços dos medicamentos no Brasil estão entre os mais caros do mundo. Os players desse mercado – fornecedores de insumos, fabricantes, distribuidores e varejistas - atribuem a culpa à alta tributação desses produtos no País. O pior é que, grosso modo, quem acaba pagando toda a conta é mesmo o consumidor final, que arca com todos os impostos que incidem ao longo da cadeia, uma vez que, no mercado brasileiro, os gastos com remédios não são reembolsados pelo Estado ou pelos planos de saúde, como ocorre em países desenvolvidos. Bom lembrar que alguns deles têm alíquota zero sobre os medicamentos, como o Canadá, México e Reino Unido.

Voltar

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

  • (62) 99473-1495

 

 

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Telefones:

(11) 2607-6688
(11) 2268-4286

Fale conosco