Brasil e Índia estudam cooperação no setor farmacêutico

Brasil e Índia estudam cooperação no setor farmacêutico

Promovido pela Embaixada da Índia em Brasília e pelo Conselho de Promoção de Exportações de Produtos Farmacêuticos da Índia, o evento on-line “Índia – Brasil: Fortalecendo Parcerias no Setor Farmacêutico”, realizado na quinta-feira (26/11), buscou compartilhar informações e identificar possibilidades de avanço bilateral no setor.

Índia e China, juntas, controlam a produção de medicamentos e equipamentos hospitalares, sendo fornecedoras dos insumos necessários para a preparação das vacinas que estão sendo desenvolvidas contra o novo coronavírus. Os indianos ocupam a terceira posição mundial de produção em volume e a 14ª em valor, conforme o site Embassy.

O país é o maior fornecedor global de medicamentos genéricos, com participação de 20% no fornecimento global em volume e também 62% da demanda mundial por vacinas. Segundo o embaixador da Índia, Suresh Reddy, cerca de 30% dos Ingredientes Farmacêuticos Ativos (IFA) utilizados pela indústria farmacêutica brasileira vêm da Índia. Perto de 90% dos IFAs utilizados no Brasil são importados.

Reddy defendeu no encontro um “passaporte da vacina contra a Covid-19” que permitiria a circulação de cidadãos imunizados da infecção. O diplomata ressaltou a delicadeza deste momento de pandemia e revelou que o Brasil é o sexto maior importador dos produtos farmacêuticos da Índia.

O encontro contou com a participação de autoridades e empresários de ambos os países, incluindo o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, que destacou a importância de que a regulação favoreça o ambiente para o desenvolvimento de novos medicamentos, bem como a ampliação do acesso da população a medicamentos de qualidade, seguros e eficazes. 

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

publicidade inserida(https://action.metaffiliation.com/trk.php?mclic=P4F77357573123D37)

Barra Torres ressaltou ainda “o compromisso da Agência com o estabelecimento de uma regulação clara e transparente, alinhada aos mais avançados padrões internacionais”. Nesse sentido, enfatizou a importância das iniciativas de convergência regulatória, das quais tanto a Anvisa quanto sua contraparte indiana participam.

Ele citou o Conselho Internacional para Harmonização de Requisitos Técnicos para Medicamentos de Uso Humano (ICH, na sigla em inglês), no qual a Anvisa é membro do Comitê Gestor, e a Coalizão Internacional de Autoridades Reguladoras de Medicamentos (do inglês ICMRA), em que a Agência é membro do Comitê Executivo.

O presidente da Anvisa tratou também das possibilidades de cooperação bilateral, amparadas por memorando de entendimento assinado pelas autoridades reguladoras de ambos os países em 2016.

Participe também: Grupos de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS