Coronavírus: serviço de delivery de medicamentos registra alta demanda em farmácias

Coronavírus: serviço de delivery de medicamentos registra alta demanda em farmácias

Em meio ao surto do novo coronavírus (Covid-19) no mundo, as farmácias têm sido muito procuradas pela população. Como a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é evitar aglomerações, muitas pessoas estão optando pelo serviço de delivery de medicamentos. Com isso, muitos estabelecimentos até tiveram que ampliar seu quadro de funcionários, no sentido de atender à alta demanda dos pedidos de entrega dos pacientes.

Em entrevista ao jornal Bom Dia Paraíba, da rede Globo, a gerente de farmácia, Cida Santos, conta que os pacientes estão ligando a todo momento: "Os telefones não param um minuto, as pessoas estão ligando e pedindo álcool em gel, vitamina C e as máscaras. Esses produtos estão até sumindo do mercado", afirmou a funcionária.

O dono da farmácia, Saulo Serpa, que fica localizada no bairro de Tambaú, em João Pessoa (PB), também explicou que foi necessário contratar mais funcionários. “Tivemos que recrutar mais pessoas para atender a essa demanda, aumentou demais”, destaca.

Leia também: Coronavírus: 100% dos profissionais das farmácias podem ser contaminados

Além dos pedidos por telefone, muitos pacientes estão fazendo solicitações pela internet, por meio de sites de redes de farmácias. Esse é o caso da Farmácia Unimed Marília, localizada no interior do Estado de São Paulo. Segundo a empresa, para atender à alta demanda das televendas e compras via web, foi necessário contratar mais três entregadores. Além disso, o estabelecimento relocou parte dos seus profissionais do atendimento presencial para o delivery, dobrando sua equipe que trabalha no setor de vendas à distância.

“Investimos e estruturamos a logística de televendas para que nossos clientes [pacientes] possam realizar suas compras sem sair de casa, também estamos cientes de que tomamos todas as medidas de higiene e segurança no manuseio e transporte dos produtos”, afirmou a coordenadora farmacêutica da unidade de saúde, Carolina Coneglian Severino Sato, em entrevista ao Jornal da Manhã.

Vale destacar que muitas empresas estão se adaptando com medidas de contenção de proliferação do vírus indicadas pelas autoridades. Esse é o caso da Unimed Marília, que ampliou e implementou seu serviço de entrega em alinhamento a um decreto do prefeito do município, Daniel Alonso, que determinou que pessoas com mais de 60 anos não compareçam em farmácias ou drogarias.

Opinião de especialistas

Segundo o docente na área de saúde, Cássio Rossi, o serviço de entrega de medicamentos em casa deve ser adotado em todas as farmácias. Para o especialista, além de funcionar como medida de contenção à proliferação do vírus, no sentido de proteger à população, a iniciativa também auxilia na segurança dos profissionais que trabalham nos estabelecimentos de saúde.

"Precisamos orientar a população que, em caso de suspeita, mesmo que seja uma gripe, a pessoa possa pedir o medicamento da sua casa. Para que pessoas que estão lá para servir e atender [os farmacêuticos outros funcionários] não sejam infectadas com essa doença que tem um poder de infecção talvez nunca visto na história da medicina. Por isso, temos que evitar sim as aglomerações, mas também temos que tomar esses cuidados”.

Participe também: Grupo de WhatsApp para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

Farmacêutica, Farmácia, Drogarias

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Telefones:

(11) 2607-6688
(11) 2268-4286

 

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS