Coronavírus: montadoras usam impressora 3D para produzir máscaras

Coronavírus: montadoras usam impressora 3D para produzir máscaras

Montadoras de veículos instaladas no Brasil resolveram utilizar parte de sua estrutura de produção, paralisada por conta da pandemia do coronavírus, para fabricar máscaras, impressas em equipamentos 3D, e respiradores.

A PSA, detentora das marcas Peugeot e Citroën, vai usar impressora 3D para fazer protetores faciais. A máscara é considerada um equipamento de proteção individual (EPI), sendo usada por profissionais que trabalham em hospitais no combate ao coronavírus.

Segundo informa o G1, a empresa vai deixar de produzir modelos como o 2008 e C4 Cactus e adaptar determinadas instalações da fábrica de Porto Real (RJ) para a confecção de protetores faciais, que serão doados para autoridades de saúde dos municípios da região.

Em geral, a impressora 3D da fábrica da PSA é usada na confecção peças experimentais para veículos que ainda não foram lançados. No caso dos protetores faciais, observou-se que a impressora era capaz de produzir duas das quatro peças necessárias.

O terceiro componente, assim como o corte das peças, serão feitos na cidade vizinha de Resende pela Fablab, oficina escola para estudantes técnicos, fruto da parceria do Senai com a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Já a quarta e última peça, um elástico, será comprada de um fornecedor externo pela PSA. A fabricante também ficará responsável pela montagem da peça. Segundo a montadora, quatro funcionários ficarão responsáveis pela produção dos protetores. Eles serão entregues higienizados e já embalados para as unidades de saúde.

Leia mais: CORONAVÍRUS: PACOTE COM 50 MÁSCARAS ESTÁ SENDO VENDIDO A QUASE R$ 800,00

“Até o final da semana, queremos entregar o primeiro lote”, afirmou ao G1 o gerente geral da fábrica da PSA, Charles Costa. Ainda não há uma definição de quantos protetores serão produzidos.

GM vai produzir respiradores

A General Motors anunciou que, em parceria com a Ventec Life Systems, empresa americana de dispositivos médicos, vai produzir nos Estados Unidos respiradores artificiais que são utilizados para doentes com Covid-19 em estado grave.

De acordo com a CNN, a Ventec, que já produz esses tipos de aparelhos, vai utilizar a infraestrutura e o sistema logístico da GM para aumentar a produção dos respiradores.

A GM revelou ainda que, até o final de abril, pretende consertar todos os respiradores que atualmente estão fora de uso no Brasil. Segundo a companhia, foram mapeados até agora perto de 3 mil aparelhos nessa situação em todo o País, mas o número pode chegar a 5 mil.

Nas instalações da GM brasileira, funcionários voluntários, entre engenheiros e técnicos, especializados em elétrica e eletrônica, estão recebendo treinamento específico para a atividade.

Volkswagen empresta veículos

Montadora alemã vai oferecer cerca de 100 veículos ao governo do Estado de São Paulo e para municípios paulistas. O objetivo é que os automóveis sejam utilizados no deslocamento de profissionais de saúde, bem como o transporte de medicamentos e equipamentos de saúde.

A empresa revelou ainda que vai doar aproximadamente 2 mil máscaras do tipo N95 para as prefeituras de São Bernardo do Campo, Taubaté, São Carlos (SP) e São José dos Pinhais (PR), cidades onde a companhia tem fábricas.

Outras montadoras, como a Ford, a Mercedes-Benz e a Fiat Chrysler também demonstraram interesse em fabricar os equipamentos, segundo informou o G1.

Participe também: Grupo de WhatsApp para receber notícias farmacêuticas diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

Indústria Farmacêutica, epi, coronavírus

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS