Coronavírus: pacote com 50 máscaras está sendo vendido a quase R$ 800,00

Coronavírus: pacote com 50 máscaras está sendo vendido a quase R$ 800,00

Com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil, muitas  pessoas, e até algumas empresas, estão agindo de má-fé. Frequentemente, casos sobre preços abusivos de produtos de combate e prevenção ao vírus têm repercutido na mídia. Na última segunda-feira (23/03), o Estadão denunciou uma oferta, realizada em um site, que estava vendendo uma caixa com 50 máscaras cirúrgicas descartáveis por quase R$ 800, 00. Na plataforma, o pacote, que antes do surto custava entre R$ 10,00 e R$ 15,00, foi colocado à venda por R$ 797,40.

De acordo com o portal, o aumento representa um preço 53 vezes superior ao valor cobrado regularmente. Na legenda do anúncio, o comerciante argumentava: “Nas circunstâncias atuais, todos sabemos que o suprimento de máscaras é escasso, portanto, o preço será mais alto do que o habitual”.

O anunciante ainda complementava: “De fato, não estamos fazendo isso por interesses comerciais, queremos apenas oferecer o maior número possível de opções para vocês. Espero que todos possam entender! Obrigado. Espero que todos estejam bem”.

Leia também: Coronavírus: Procon poderá cassar alvará de farmácias por preços abusivos

Conforme destacou a matéria do Estadão, o anúncio foi publicado no site de vendas Mercado Livre. No entanto, na segunda-feira (23/03), a propaganda já havia sido retirada do ar. O jornal ainda enfatiza que, além deste caso, é possível encontrar vários outros anúncios de caixas com 50 unidades de máscaras sendo vendidas por R$ 200,00 na plataforma digital.

Em comunicado à imprensa, o Mercado Livre informou que, até o momento, já tirou do ar quase 4 mil anúncios de 2,3 mil vendedores. "No caso de o vendedor voltar a realizar o anúncio em desacordo com essa orientação, ele estará sujeito a ter seu cadastro suspenso na plataforma”, destacou a empresa.

Além dos produtos de proteção contra o vírus, a plataforma ainda explica que tem removido anúncios de falsos medicamentos e substâncias que prometem curar pacientes infectados pelo novo coronavírus. Ao todo, mais de 24 mil postagens dessa categoria foram retiradas do ar. “São informações enganosas, não endossadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), lembra o Mercado Livre.

Segundo a plataforma digital, 100% dos anúncios de álcool em gel e máscaras que tiverem com preços abusivos ou desproporcionais serão retirados do ar. Aos consumidores, o site lembra que todos as postagens publicadas possuem um botão chamado 'Denúncia', localizado na parte de baixo de cada oferta.

Fiscalização do Procon em farmácias

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) iniciou em vários Estados por todo o território nacional, uma operação de fiscalização de farmácias que cobrarem preços abusivos em produtos para o combate do novo coronavírus (Covid-19), como o álcool em gel e máscaras, por exemplo.

Em Florianópolis (SC), inclusive, uma medida aprovada pela Prefeitura autoriza o órgão a cassar o alvará de funcionamento dos estabelecimentos que cobrarem preços desproporcionais nos produtos, conforme informação divulgada no portal ND+ Saúde.

Segundo o Conselho Regional de Farmácia de Santa Catarina (CRF-SC), existem 261 farmácias registradas no Estado, a grande maioria delas receberá a visita do Procon-SC.

Na segunda-feira (16/03), o órgão de defesa do consumidor também fiscalizou os preços de máscaras descartáveis e álcool em gel em farmácias de Goiânia (GO). De acordo com o Procon-GO, o intuito da operação também foi coibir eventuais cobranças abusivas.

Apesar do anúncio de venda das máscaras ter sido retirado do ar, um vídeo denunciando o caso também foi divulgado no YouTube, veja:

Casos em Goiás

Veja mais materias sobre:

Farmacêutica, Farmácia, Varejo Farmacêutico

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Telefones:

(11) 2607-6688
(11) 2268-4286

 

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS