Alerta: Anvisa determina recolhimento de lote do Decnazol

Alerta: Anvisa determina recolhimento de lote do Decnazol

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou o recolhimento do lote nº 20002635 do antiparasitário Decnazol, da Pharlab Indústria Farmacêutica. De acordo com o órgão sanitário,a medida aconteceu a pedido da empresa.

Segundo a Anvisa, a motivação do comunicado de recolhimento voluntário protocolado pelo fabricante acontece em razão de possível não conformidade relacionada a uma mistura desse lote do Decnazol com o produto clonazepam, em atendimento ao art. 6º da Lei 6360/76 e à RDC 55/05.

A informação foi divulgada por meio da Resolução Específica (RE) 554/21 da Anvisa e compreende o Decnazol na apresentação 1000 mg com 2 comprimidos, fabricação 05/2020 e validade 05/2022. Na ação de fiscalização estão incluídos o recolhimento voluntário e a suspensão da comercialização, da distribuição e do uso.

Decnazol (cujo princípio ativo é secnidazol) é um medicamento parasiticida utilizado no tratamento de giardíase, amebíase intestinal sob todas as formas, amebíase no fígado e tricomoníase.

Cabe ressaltar que há vários tipos de recolhimentos de medicamentos promovidos pela Anvisa, incluído os voluntários, que são solicitados pelas próprias empresas, como neste caso do Decnazol. A medida é válida apenas para os lotes citados pela Agência reguladora na resolução.

Em nota enviada à equipe de jornalismo do Portal do ICTQ – Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico, a Pharlab informa que aguarda anuência da Anvisa para a veiculação de peças publicitárias sobre o recolhimento do medicamento, previstas para distribuição a partir da próxima semana.

Receba nossas notícias por e-mailCadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

publicidade inserida(https://emailmkt.ictq.com.br/anuncie-no-ictq)

No texto de uma das peças a empresa alerta que “o consumo do medicamento clonazepam ao invés do Decnazol poderá causar sonolência, dor de cabeça, cansaço, incoordenação de movimentos e de marcha, perda do equilíbrio, náusea, sensação de cabeça leve, concentração prejudicada, lentidão de movimentos, prejuízo na direção veicular e em operar máquinas. Caso apresente algum desses sintomas você deve procurar imediatamente seu médico”.

E conclui: “A Pharla esclarece que essa ação é preventiva e que todos os demais lotes disponíveis no mercado encontram-se em conformidade com as Boas Práticas de Fabricação e a política de qualidade instituída pela empresa”.

Em caso de dúvidas, o mais adequado é entrar em contato com a empresa farmacêutica responsável pelo medicamento e obter mais informações sobre o procedimento. O SAC da Pharlab pode ser consultado pelo telefone 0800 037 3322 ou pelo e-mail sac@pharlab.com.br.

A RE 00554/21 pode ser consultada na íntegra no site da Anvisa.

Participe também: Grupos de WhatsApp e Telegram para receber notícias farmacêuticas diariamente.

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do ICTQ é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo farmacêutico. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O ICTQ é o principal responsável pela especialização farmacêutica no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Veja mais materias sobre:

ANVISA, Assuntos Regulatórios, recolhimento

Atendimento

Atendimento de segunda a quinta-feira das 08:00h às 18:00h e sexta-feira das 08:00h às 17:00h (Exceto Feriados).

Telefones:

  • 0800 602 6660
  • (62) 3937-7056
  • (62) 3937-7063

Whatsapp

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

PÓS-GRADUAÇÃO - TURMAS ABERTAS